Rogério Ceni exige melhora no desempenho do São Paulo diante do Cuiabá

O São Paulo está há sete jogos invicto e com classificação garantida às oitavas de final da Copa do Brasil, além da vaga encaminhada à fase mata-mata da Copa Sul-Americana, mas o técnico Rogério Ceni não está satisfeito com as últimas atuações do time. Sétimo lugar no Brasileirão, a equipe tricolor volta a campo, neste domingo, às 16h, no Morumbi, para enfrentar o Cuiabá, que não vence há cinco partidas e demitiu o treinador Pintado na quinta-feira.

"Começa a ligar o sinal de alerta, não temos conseguido fazer bons jogos. Isso me preocupa bastante. Precisamos render mais tecnicamente", disse Ceni após a vitória por 2 a 0 sobre o Juventude pela terceira fase da Copa do Brasil. O treinador estará na beira do campo neste domingo após o clube entrar em um acordo com o STJD e vai pagar uma multa para livrá-lo de julgamento após ser expulso diante do Red Bull Bragantino por uma discussão com o quarto árbitro da partida.

A equipe tricolor pode novamente ter um esquema com três zagueiros. A mudança de sistema, segundo Ceni, é para coibir erros defensivos pelos lados do campo.

"Nos últimos dois jogos, não fomos tão bem com linha de quatro, tomamos um gol numa inversão de jogo contra o Fortaleza. Em Caxias, contra o Juventude, tomamos um gol também numa inversão, nas costas do Igor Vinícius. Nós não estamos jogando muito bem nos últimos jogos, tecnicamente caímos um pouco. Experimentei essa formação, me senti um pouco mais seguro com uma linha de cinco, Léo e Diego têm características de ganhar espaço na saída de bola", explicou o treinador.

O gol sofrido contra o Fortaleza foi resultado de um erro do sistema defensivo do time do Morumbi. A equipe cearense avançou com a bola pelo lado esquerdo e percebeu Yago Pikachu do lado direito subir ao ataque com liberdade. A inversão de jogo pegou a defesa são-paulina desprevenida e viu o jogador marcar o gol de empate. Antes disso, no empate em 2 a 2 contra o Juventude, pela Copa do Brasil, uma jogada parecida, mas de lado invertido. Bola do lado direito e lançamento para o esquerdo. Luciano não acompanhou o avanço do lateral-esquerdo William Matheus, que aproveitou a inversão de bola e ajeitou para o paraguaio Isidro Pitta marcar.

SAÍDA DE MARQUINHOS E VOLPI

O clube encaminhou duas saídas do elenco nesta semana. A diretoria acertou nos últimos dias a venda do jovem Marquinhos ao Arsenal. O time inglês vai desembolsar 3,5 milhões de euros (cerca de R$ 18,4 milhões) pelo jogador de 19 anos, que tem contrato com o clube do Morumbi até 2024, mas o acordo foi assinado em 2019, quando ele tinha apenas 16 anos. A Lei Pelé permite esse tipo de contrato, porém a Fifa aponta que um primeiro compromisso profissional só pode ter no máximo três anos.

O goleiro Tiago Volpi, preterido pelo titular Jandrei, é outro de malas prontas para deixar o Morumbi. Ele voltará ao futebol mexicano e vai reforçar o Toluca. O São Paulo vai receber cerca de R$ 7 milhões pela transferência. À época de sua contratação, a diretoria tricolor investiu R$ 21 milhões na contratação do goleiro, que se destacava no Querétaro. As boas atuações de início deram lugar a falhas marcantes. Marquinhos e Volpi não foram relacionados para a partida deste domingo contra o Cuiabá.