DÉFICIT

Rombo do setor público passa de R$ 1 trilhão

Pela primeira vez na história o setor público brasileiro registrou um rombo nominal superior a R$ 1 trilhão. Dados divulgados ontem pelo Banco Central mostram que, no acumulado dos 12 meses encerrados em outubro, o déficit nominal do País somou R$ 1,011 trilhão, o que equivale a 13,95% do Produto Interno Bruto (PIB). A cifra reflete a diferença entre receitas e despesas do setor público, além do pagamento dos juros da dívida pública brasileira. Na prática, o déficit nominal muito elevado traduz as dificuldades do setor público brasileiro - governo central, governo regionais (Estados e municípios) e empresas estatais - em controlar despesas e fechar as contas.