Publicidade
Luta

Roy Jones Jr., 49, vence no boxe e volta a pedir luta contra Anderson Silva

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Aos 49 anos de idade, o pugilista americano Roy Jones Jr. encerrou sua carreira com vitória sobre Scott Sigmon nessa quinta-feira (8). No entanto, sua aposentadoria tem uma ressalva: o boxeador afirmou que voltaria para enfrentar o brasileiro Anderson Silva. Em sua carreira profissional, que começou em 1989, Jones foi campeão nas categorias médio e supermédio pela Federação Internacional de Boxe, na categoria pesado pelo Conselho Mundial de boxe e na categoria semipesado pela Federação Internacional de Boxe, pelo Conselho Mundial de boxe, pela Associação Mundial de Boxe, pela Organização Mundial de Boxe, pela Federação Mundial de Boxe, pela Federação Americana de Boxe e pela Associação Internacional de Boxe. Eleito o melhor lutador da década de 1990 pela Associação de Boxe dos Estados Unidos, Jones tem cartel de 66 vitórias e nove derrotas na carreira. Após a vitória por pontos sobre Sigmon, em decisão unânime dos árbitros, o americano falou sobre a possibilidade de enfrentar Anderson Silva em luta de boxe. "Essa é a única luta que faria Roy Jones voltar para o ringue. Além disso, capítulo encerrado", disse Jones, segundo reportagem da emissora britânica "BBC". O lutador brasileiro já manifestou vontade de fazer a luta acontecer.

Publicidade

DESTAQUES DOS EDITORES