Rublev surpreende e derruba Nadal no saibro de Montecarlo

Depois de Novak Djokovic, foi a vez de Rafael Nadal decepcionar os fãs no saibro de Montecarlo. Nesta sexta-feira, o espanhol foi dominado pelo russo Andrey Rublev e se despediu de forma precoce do Masters 1000 disputado em Mônaco, onde já foi campeão por 11 vezes, pelo placar de 2 sets a 1, com parciais de 6/2, 4/6 e 6/2.

Ao fim de uma batalha de 2h30min, Rublev superou o Rei do Saibro pela primeira vez no circuito, após duas derrotas sem vencer um set sequer. Terceiro melhor tenista da temporada até agora, o russo soube aproveitar as oscilações do favorito, que registrou sete duplas faltas e sofreu o mesmo número de quebras de saque na partida.

Rublev perdeu o saque por quatro vezes e foi irregular no segundo set, após brilhar no primeiro. Mas conseguiu reproduzir no terceiro a boa performance do início da partida. Nadal, em sua terceira partida desde o Aberto da Austrália, não conseguiu repetir o desempenho do jogo anterior, quando arrasou o búlgaro Grigor Dimitrov.

Atual número oito do mundo, o tenista da Rússia vai enfrentar na semifinal o norueguês Casper Ruud, outro que surpreendeu nesta sexta. Ele despachou o italiano Fabio Fognini, atual campeão do Masters de Montecarlo, por 6/4 e 6/3.

A outra semifinal terá o grego Stefanos Tsitsipas e o britânico Daniel Evans, algoz de Djokovic nas oitavas de final. Nesta sexta, Evans eliminou o belga David Goffin por 5/7, 6/3 e 6/4. Tsitsipas, quinto colocado do ranking, contou com o abandono do jovem espanhol Alejandro Davidovich Fokina após vencer o primeiro set por 7/5.

Com estes resultados, já é certo que haverá um novo campeão de torneios de nível Masters 1000. Afinal, nenhum dos quatro semifinalistas já levantou um troféu nestas competições.