Política em Debate

Sabatinado

(Foto: Alep/arquivo/divulgação)

Os deputados membros da Comissão de Obras Públicas, Transportes e Comunicação da Assembleia Legislativa sabatinaram e aprovaram por unanimidade a indicação do ex-ministro e ex-secretário estadual Reinhold Stephanes para assumir o cargo de diretor-presidente da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar). Stephanes foi indicado pelo governador Ratinho Júnior (PSD) para o cargo.

Pedágio
Durante a sabatina, os parlamentares questionaram o candidato acerca de temas como a nova concessão de pedágio, os marcos regulatórios do gás e do saneamento básico, além dos desafios da agência para os próximos anos. “Recebi o convite para organizar, estruturar e gerenciar a nova Agepar, criando instrumentos para o desenvolvimento do Estado. A função é importante e me considero capaz de desempenhá-la. Meu comprometimento é atuar com transparência e muito diálogo”, garantiu o aprovado.

Saúde
O candidato do MDB à prefeitura de Curitiba, João Arruda, prometeu, em encontro com a presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Enfermagem de Curitiba (Sismec), Raquel Padilha, implantar, caso eleito, o plano de carreira aos servidores da saúde e a revisão do estatuto da função, dentre outras propostas para a categoria. “Vamos recuperar os direitos perdidos pelos
servidores da saúde por conta do pacotaço do Greca. Além disso vamos acabar com essa história de terceirizações dos serviços de saúde, precisamos valorizar o nosso quadro de profissionais de saúde próprios de Curitiba”, disse ele.

Desmonte
João Arruda afirma ter recebido ainda diversas denúncias de irregularidades e desmonte dos serviços de saúde durante a gestão atual, como o fechamento das residências terapêuticas. “Vamos reabrir essas residências e as unidades de saúde que foram fechadas pelo prefeito em plena pandemia”, afirmou. “Também precisamos investir em equipamentos e remédios, hoje o curitibano
que precisa de uma medicamento se depara com prateleiras vazias nos postinhos da cidade. Para onde tá indo o dinheiro que devia estar indo para saúde”, questionou o emedebista.

Suplência
A Câmara Municipal de Curitiba foi comunicada pelo vereador licenciado Felipe Braga Côrtes (PSD) que ele retomará os trabalhos. Com isso, Alex Rato (PSD), que voltaria a ser suplente, assume vaga decorrente do falecimento de Jairo Marcelino. Se Braga Côrtes não retornasse, a vaga seria do suplente do PSD, Reginaldo Ananias.

Gabinetes
O candidato do Novo à prefeitura de Curitiba, João Guilherme, criticou ontem, vários de seus concorrentes à Prefeitura de Curitiba que, segundo ele, prometem novas atitudes na política, na prática fazem o contrário. “O prefeito, os deputados estaduais Goura e Francischini e a deputada federal Christiane Yared não se licenciaram e estão fazendo campanha recebendo salário. Os funcionários de gabinete estão fazendo campanha ou trabalhando para os mandatos? E os deputados e Prefeito, estão fazendo campanha em horário de trabalho? Esse tipo de prática, com uso do dinheiro público para campanha, tem que acabar.”, cobrou ele em entrevista à rádio Band News.

Profissionais
O candidato do Novo afirmou ainda estar cansado de ver políticos cuja profissão é ser candidato. “A cada dois anos são candidatos, pois assim têm acesso ao fundo partidário ou eleitoral e continuam recebendo seu salário de cargo eletivo sem trabalhar para a função para o qual foi eleito”.