Publicidade
Reforma

Saiba como colocar o salário desejado no currículo

(Foto: Reprodução)

Depois de tantos anos você resolve buscar um novo trabalho, chegou a hora de buscar novos ares e isso requer preparar um novo currículo. E se a experiência profissional está bem organizada no currículo, é preciso ter cuidado na hora de colocar a pretensão salarial. É importante fazer uma pesquisa salarial do cargo que está procurando antes de colocar no currículo quanto quer ganhar.

Alguns profissionais ficam muito tempo na mesma empresa e adquirem conhecimentos, experiência, desenvolvem competências fazendo com que o salário aumente gradativamente com o passar dos anos e, é aí que reside o perigo.
“Quando esta pessoa vai buscar uma nova oportunidade no mercado, temos que levar em consideração que estamos começando uma nova etapa e a remuneração pode, e vai, ser diferente” explica Cinthia Luciane de Jesus , analista de recrutamento da RH Nossa.

A especialista explica que existem casos onde o profissional baixa a sua pretensão salarial sem levar em consideração as suas experiências, desvalorizando o seu currículo. Fazendo esta pesquisa de quanto o mercado está pagando na média e existem sites que mostram estes valores.
“Isso tudo ajuda a ter uma ideia atual de como está sendo trabalhado os valores pelasempresas. O que não pode é pensar que o salário anterior irá se manter, mesmo com toda a sua experiência. É preciso saber o que o mercado pratica e negociar” completa.


Currículo bem estruturado

1. Inovação
Em meio um mar de papéis brancos e fontes clássicas, um design diferenciado pode capturar a atenção do recrutador. Um currículo visualmente elaborado é agradável ao olhar e pode ajudar o recrutador a se lembrar do candidato depois. Para algumas carreiras que envolvem criatividade e inovação, um layout bonito pode ser um grande diferencial.

2. Curriculum Vitae
Atualmente, as palavras “Currículo” e “Currículum Vitae”, são tratados como sinônimos. Porém, enquanto o primeiro é reservado para informações mais formais envolvendo instituições e objetivos, o segundo acaba sendo mais humanizado. “Currículum Vitae significa percurso de vida e vai muito além das empresas que o candidato passou e dos cursos feitos. Para o Curriculum Vitae, o conselho do profissional é que os candidatos deixem claro suas experiências e aprendizados que considerem ter sido destaque e diferencial.

3. Seja Conciso
Após a dica acima, o candidato pode acabar se empolgando no momento de atualizar o seu CV e deixá-lo extenso. O recrutador não têm tempo para ler muitas informações sobre a vida do candidato. Então, é importante que o interesse do empregador seja capturado logo no começo da leitura. O desafio então envolve manter a concisão e fazer um documento completo sobre todas as competências do aspirante a vaga. Palavras-chave são bem vindas, assim como parágrafos curtos. A descrição minuciosa sobre as experiências pode se tornar uma conversa na entrevista presencial.

4. Linkedin
Hoje, o candidato pode perder oportunidades ao não ter um currículo atualizado no Linkedin. Em 2017, a rede social já contava com mais de 20 milhões de usuários no Brasil. De maneira fácil e rápida, o candidato consegue ter um grande instrumento para divulgar o seu trabalho atual e anteriores. Por estar na internet, a possibilidade de alcançar pessoas acaba superando o currículo impresso. Além disso, a facilidade de fazer networking é um dos pontos fortes.

5. Enriquecimento pessoal
Atualmente, há muitas consultorias presentes no mercado que podem ajudar na evolução pessoal. Além de processos de estágio e trainee, muitas delas possuem programas e trilhas de desenvolvimento, além de trabalhar com conteúdos em blogs voltados ao crescimento pessoal e profissional. Essas oportunidades podem auxiliar a criar habilidades diferenciadas no currículo.

DESTAQUES DOS EDITORES