Crise hídrica

Sanepar divulga tabela de rodízio de água na Grande Curitiba até 2 de novembro

(Foto: Geraldo Bubniak/AEN)

A Sanepar divulgou nesta quarta-feira (20) a tabela de rodízio do abastecimento de água em Curitiba e mais 13 cidades da Região Metropolitana até 2 de novembro. Estão destacadas em vermelho as áreas que terão rodízio suspenso em alguns dias e, em amarelo, as que tiveram seus horários (ou datas) alterados devido a serviços programados.

VEJA A TABELA AQUI

Nesta quarta-feira, o nível médio dos reservatórios do Sistema de Abastecimento Integrado de Curitiba e Região Metropolitana (SAIC) está em 58,4%, o que representa um acréscimo de quase 10 pontos percentuais em relação ao primeiro dia de outubro, quando estava em 49,12%. As chuvas de outubro até o momento estão próximas à média histórica do mês na RMC, compensando o baixo índice pluviométrico registrado em setembro.

A Sanepar esclarece que, para a definição do rodízio, avalia uma somatória de fatores, como nível das barragens, média de consumo, nível de precipitação e tendência de acordo com dados do Simepar e até mesmo de outros institutos de meteorologia, além dos dados do Observatório Nacional da Seca.

O rodízio atinge Araucária, Almirante Tamandaré, Bocaiúva do Sul, Campina Grande do Sul, Campo Largo, Campo Magro, Colombo, Curitiba, Fazenda Rio Grande, Pinhais, Piraquara, Quatro Barras, São José dos Pinhais e Tijucas do Sul.

Em outras regiões do Paraná, a única cidade em que ainda há o rodízio é Jardim Alegre. Nas outras (Medianeira, Santo Antônio da Platina, Jandaia do Sul, Ibaiti, Quatiguá, Siqueira Campos, Pranchita, Santo Antônio do Sudoeste e Céu Azul), que estavam com rodízio, as chuvas de outubro aumentaram a vazão de rios e poços, possibilitando a suspensão da medida.