Publicidade
Lance inicial de quase R$ 9 milhões

Santa Casa de Colombo não é vendida e vai a novo leilão no dia 29

(Foto: Divulgação/Assessoria de imprensa)

A Santa Casa de Colombo não foi vendida na primeira tentativa de leilão na segunda-feira (22). Agora, um novo leilão online será realizado na próxima segunda (29). O valor do lance inicial segue o mesmo: R$ 8.933.523 milhões.

Segundo o leiloeiro responsável, Helcio Kronberg, o motivo da venda não ter sido efetuada se deve aos participantes estarem acostumados com leilões judiciais, quando a segunda tentativa de venda tem um valor mais baixo, o que não é o caso da Santa Casa de Colombo.

“A venda da Santa Casa não é permitida por um valor inferior ao mínimo exigido pelo juízo pois se trata de uma insolvência, processo parecido com a falência, e visa o pagamento dos credores”, explica.

Mas segundo o leiloeiro, a vantagem desta segunda tentativa de venda é que os interessados podem encaminhar propostas ao leiloeiro com condições diferentes do edital, a fim de que o juízo possa analisá-las. As propostas podem ser encaminhadas para o email helcio@kronberg.com.br.

Para participar do leilão, os interessados precisam se cadastrar no site com pelo menos dois dias de antecedência e anexar os documentos necessários. O edital com todos os detalhes pode ser visto aqui.

A venda é esperada com ansiedade, já que segundo o edital, o hospital pode voltar a funcionar progressivamente já após 30 dias após a venda. O município de Colombo não conta com nenhum hospital, somente uma maternidade. Os moradores que precisam de atendimento médico fazem uma primeira triagem na UPA de Colombo. Se precisarem de internamento, cirurgias e exames especializados são encaminhados para hospitais de Curitiba.

A Santa Casa de Colombo foi fechada em 2017, após impasses envolvendo a prestação de contas com o município. O leilão foi determinado no ano passado pelo juíz da 1ª Vara Cível de Colombo. O hospital carrega uma dívida de R$ 6 milhões entre encargos, dívidas trabalhistas, tributos e débitos com fornecedores e prestadores de serviços.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES