Santos admite atuação ruim em derrota com esquema pouco treinado

Os jogadores do Santos e o técnico Cuca admitiram que o time teve atuação ruim na derrota por 3 a 1 para o Fluminense, neste domingo, no Maracanã, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para o confronto, o treinador fez várias alterações na formação, mas o time não respondeu.

Com a intenção de manter Laércio na zaga mesmo com o retorno de Lucas Veríssimo, recuperado de lesão, Cuca optou por improvisar Luan Peres na lateral esquerda, passando Felipe Jonatan, o titular da posição, para o meio-campo. Após o jogo, Luan Peres admitiu que o esquema foi pouco treinado e também reconheceu que o time foi mal.

"Tivemos pouco tempo para treinar. Tem Brasileirão, Copa do Brasil. Primeira vez que testamos esse esquema, eu de lateral, com três zagueiros. Não deu certo, voltamos ao que a gente estava acostumado, mas também não deu certo. Jogamos mal, sabemos disso, agora é focar na Copa do Brasil", afirmou.

Cuca abandonou o posicionamento no segundo tempo, ao trocar Laércio por Arthur Gomes. Em sua entrevista coletiva, buscou explicar a estratégia. "Com a entrada do Luan, ganho a alternativa de diversos movimentos táticos durante a partida: 3-5-2, 3-4-3 e 4-3-3, que foi geralmente o que se jogou. Teoricamente, seria um meio-campo forte, mas não encaixou. Depois, na metade do primeiro tempo, invertemos. Colocamos o Felipe Jonatan pela esquerda e fizemos duas linhas de quatro, com o Marinho solto. Também não encaixou", comentou.

Ao fim do jogo, o Santos tinha cinco atacantes em campo - Ângelo, Marinho, Soteldo, Arthur Gomes e Marcos Leonardo -, mas pouco criou no setor ofensivo. "No segundo tempo, tiramos um zagueiro, passamos o Luan Peres na zaga e colocamos o Arthur na meia, variando com o Soteldo. Melhorou um pouco, a gente propôs mais jogo, mas a equipe ficou muito nervosa durante a partida. Não transfiro a eles a culpa do resultado", acrescentou o treinador.

Com a derrota, o Santos perdeu a chance de entrar no G4 do Brasileirão - é o sexto colocado, com 27 pontos. O time agora deixa o Nacional de lado, pois na quarta-feira receberá o Ceará, na Vila Belmiro, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Já no sábado, também em casa, vai enfrentar o Bahia, pelo Brasileirão.