Publicidade
Centro de Curitiba

Santos Andrade é tomada por manifestantes pró-Bolsonaro e praça vira um mar verde amarelo

Um dos principais palcos para manifestações políticas em Curitiba, a Praça Santos Andrade foi tomada na tarde deste domingo (26 de maio) por manifestantes pró-Bolsonaro. Como se pode ver pela imagem acima, a praça no coração de Curitiba virou um mar de gente vestida de verde e amarelo para participar dos atos de apoio ao presidente Jair Bolsonaro.

Vinte e quatro das 399 cidades do Paraná confirmaram que realizarão neste domingo (26 de maio) atos pró-Bolsonaro. A pauta em cada um dos municípios, contudo, é bastante difusa. Em algumas cidades, as manifestações serão em defesa pela Reforma da Previdência. Em outros, em defesa do mandato de Jair Bolsonaro - na última semana, a palavra "impeachment" começou a ganhar força nas redes sociais e no meio político. Há ainda os atos que serão um protesto contra o STF ou mesmo contra o Congresso.

A confusão na pauta dos manifestantes não é à toa e, em grande medida, reflete também o que acontece dentro do próprio governo.  Inicialmente, foi o próprio Bolsonaro quem veio a público e convocou seus apoiadores e seus ministros a participarem das manifestações. O engajamento do governo, contudo, causou atrito entre os aliados, ao ponto da deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP) reclamar que "não tem sentido quem está no poder convocar manifestações".

Além dela, outros importantes movimentos de direita, como o Movimento Brasil Livre (MBL) e o Vem pra Rua, foram contrários às manifestações de domingo.

Por outro lado, a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) engrossou o time de apoiadores, que conta ainda com a parlamentar Bia Kicis (PSL-DF), o Clube Militar e grupo como Nas Ruas, Avança Brasil e Direita Sâo Paulo. Youtubers como Nando Moura e Bernardo Kuster, além do empresário Leandro Ruschel, também são favoráveis às manifestações.

"A ideia não é generalizar os deputados. Se ficou parecendo isso, eu faço a mea culpa. Na verdade, são os caciques do Centrão que devem ser pressionados pela população. Queremos dar respaldo para os deputados que não se identificam com a orientação dos caciques votarem com a sua consciência", declarou Carla Zambelli, tentando argumentar que o ato não adota uma pauta anti-republicana e que não tem a intenção de "demonizar" o centrão no Congresso.

Depois de tantas polêmicas durante a semana, contudo, Bolsonaro optou por não comparecer aos atos de apoio ao seu mandato (isso após pedir engajamento da população) e também "desconvocou" ministros de participarem das manifestações. Já o presidente nacional do PSL, partido de Bolsonaro, disse não ver sentido no protesto de apoio ao governo Bolsonaro. Segundo Luciano Bivar, a legenda não apoiará o ato institucionalmente, mas a bancada está liberada para participar.

Concentração dos manifestantes em Curitiba

Na capital paranaense, pelo menos três diferentes eventos foram organizados nas redes sociais para chamar os bolsonaristas às ruas. Parte dos manifestantes irão se reunir na Boca Maldita, no Centro, e outra parte na Praça Santos Andrade. Nos dois casos, o encontro acontece a partir das 14 horas.

MUNICÍPIOS DO PARANÁ QUE RECEBERÃO ATOS PRÓ-BOLSONARO

PR – APUCARANA, Praça Rui Barbosa – 15h
PR – ASSIS CHATEAUBRIAND, Prefeitura – 14h
PR – CASCAVÉL, Catedral Nossa Senhora Aparecida – 15h
PR – CURITIBA, Boca Maldita – 14:30h
PR – FOZ DO IGUAÇÚ, Praça do Mitre – 10h
PR – GUARAPUAVA, Praça Cleve – 14:30h
PR – IPORÃ, Praça Nações Unidas – 14h
PR – JARDIM OLINDA, Av. Principal -10h
PR – LONDRINA, Av. JK c/Higienópolis Rotatória – 15h
PR – MARECHAL CÂNDIDO RONDON, Rotatória das Avenidas – 15h
PR – MARINGÁ, Na Catedral – 15h
PR – MATINHOS, Praça Central – 15h
PR – MEDIANEIRA, Praça Central – 14h
PR – MIRASELVA, Curicica – 9h
PR – PARANAGUÁ, Praça 29 Mário Roque – 18h
PR – PATO BRANCO, Praça da Igreja São Pedro – 15h
PR – PONTA GROSSA, Praça dos Polacos – 15h
PR – PRUDENTÓPOLIS, Queimadas – 10h
PR – RIO NEGRO, Praça Central – 15h
PR – SANTA INÊS, Cooperativa CCPD – 15h
PR – SUPERAGUI, Trapiche Central- 11h
PR – TOLEDO, Lago Municipal/D. Pedro II – 16h
PR – UMUARAMA, Praça – 14h
PR – URSOLINDA, Centro do Mundo – 13:30h

DESTAQUES DOS EDITORES