Copa do Brasil

São Paulo recebe Manaus de olho na premiação de R$ 1,9 milhão

Enquanto roda o elenco do São Paulo pensando no melhor condicionamento físico dos jogadores para o restante do ano, o técnico Rogério Ceni tem uma missão importante pela Copa do Brasil, depois de garantir a primeira colocação do Grupo B do Campeonato Paulista no último fim de semana. A equipe tricolor recebe o Manaus, nesta quarta-feira, às 21h30, no Morumbi, pela segunda fase da competição, após avançar na estreia com um empate em 0 a 0 com o Campinense.

Em caso de classificação, a premiação ao São Paulo será de R$ 1,9 milhão, valor importante para os cofres do clube, que já viveram melhores dias. Ao todo, o campeão do torneio pode arrecadar quase R$ 80 milhões.

Na segunda fase da Copa do Brasil, um empate colocará os dois times disputando a vaga nas penalidades. A equipe tricolor quer evitar repetir os vexames recentes de clubes que acabaram eliminados precocemente na competição como Grêmio, Internacional e Vasco.

"Eu não faço mais competição com eles (jogadores) de pênaltis, mas acompanho o treinamento. E vamos ter que treinar essa semana porque há uma possibilidade. Logicamente, a gente não quer, mas precisamos estar prontos para tudo que possa acontecer", disse Ceni após a vitória sobre o Mirassol pelo Paulistão ao elogiar o ótimo desempenho de Reinaldo como cobrador de pênaltis.

Ceni deve novamente fazer mudanças na equipe titular. Após serem desfalques no último domingo, o zagueiro Diego Costa, o meia Alisson e o atacante Calleri treinaram na terça-feira e ficam à disposição para a partida desta quarta-feira.

O Manaus foi fundado em 2013, é o atual campeão amazonense e disputa a Série C do Campeonato Brasileiro. Na primeira fase, eliminou o São Raimundo em um confronto estadual.