Brasileirão

São Paulo x Athletico: escalações, onde assistir, 3ª pior defesa e 2º pior ataque

Bissoli: opção para o lugar de Kayzer
Bissoli: opção para o lugar de Kayzer (Foto: Franklin de Freitas)

O Athletico Paranaense volta a campo nesta quarta-feira (dia 24) às 21h30, no Morumbi, para enfrentar o São Paulo, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os dois times estão com 41 pontos – a equipe paranaense figura na 13ª colocação e a paulista, na 14ª, atrás no critério de desempate.

O jogo será transmitido ao vivo pela Globo (TV aberta) para Paraná e São Paulo.

NÚMEROS
Os dois clubes ainda correm algum risco de rebaixamento — 4,5% no caso do Athletico e 2,6% no caso do São Paulo, segundo o Chancedegol. E lutam contra números negativos. O time paranaense tem a 3ª defesa mais vazada do Brasileirão — 43 gols contra em 33 jogos (média de 1,3 por partida). Só Chapecoense e Grêmio são piores nesse aspecto. De positivo, o Furacão tem o sétimo ataque mais positivo, com 39 gols marcados.

Já o São Paulo sofre no setor ofensivo. É o 2º com menos gols marcados — 26 em 33 partidas (média 0,8). Só o Sport (21 gols) é pior nesse quesito. De positivo, o Tricolor do Morumbi é o 6º com menos gols sofridos (33).

ESCALAÇÕES
O técnico do Athletico, Alberto Valentim, planeja usar força máxima na partida. O time só volta a jogar no domingo, contra o Corinthians, em São Paulo. Depois, terá mais três jogos pelo competição. As finais da Copa do Brasil só serão disputadas após o Brasileirão, em 12 e 15 de dezembro.

A dúvida para a partida é o centroavante Renato Kayzer, com dores musculares.

O treinador deve manter o esquema tático 5-2-3 para defender e o 3-4-3 para atacar, com Nikão (direita), Terans (esquerda) e Renato Kayzer (centro). É possível que o desgaste físico provoque alterações na escalação.

O São Paulo não terá o volante Luan e os atacantes Galeano e Luciano, que estão em recuperação.

SÃO PAULO x ATHLETICO
São Paulo: Tiago Volpi; Igor Vinicius, Arboleda, Miranda e Reinaldo; Rodrigo Nestor, Igor Gomes, Gabriel Sara e Vitor Bueno; Rigoni e Calleri. Técnico: Rogério Ceni
Athletico: Santos; Marcinho (Khellven), Pedro Henrique (Zé Ivaldo), Thiago Heleno (Lucas Fasson), Nico Hernández (Nicolas) e Abner (Pedrinho); Erick (Christian) e Cittadini (Canesin); Nikão (Jader), Bissoli (Renato Kayzer) e Terans (Pedro Rocha). Técnico: Alberto Valentim
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Local: Morumbi, quarta-feira às 21h30
TV: Globo