Pandemia

Exames de rotina devem ser postergados em Curitiba, orienta secretária de Saúde

(Foto: SMCS)

A Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba orienta a população a não buscar as unidades básicas de saúde para realização de exames de rotina e check-up neste momento, caso o paciente não apresente nenhuma queixa específica de saúde, com sintomas.

“Com a agravamento da pandemia, neste momento, precisamos colocar esforços das nossas equipes e da nossa rede nas situações ligadas à covid e às urgências, emergências e aos casos agudos de outras doenças”, explica a secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak.  

A orientação é para que exames de rotina e check-ups que puderem ser feitos em outro momento sejam postergados. “Estamos com muitos casos ativos de covid na cidade. Não é recomendável que uma pessoa saudável, sem sintomas, busque uma unidade de saúde neste momento”, diz Márcia Huçulak.

Nesta última terça-feira (2/3), foram registrados 17 óbitos de moradores da cidade infectados pelo novo coronavírus. Até agora são 2.961 mortes na cidade provocadas pela doença neste período de pandemia.

Nesta última terça-feira (2/3), Curitiba registrou 877 novos casos de covid-19. Com os novos casos confirmados, 143.663 moradores de Curitiba testaram positivo para a covid-19 desde o início da pandemia. Há, no momento, 8.279 casos ativos na cidade, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus.

Leitos

No último sábado (27/2), foram ativados 15 novos leitos de UTI SUS exclusivos para covid-19 e na última terça-feira (2/3) outros cinco. Com isso, a cidade conta com 383 leitos de UTI SUS exclusivos para covid-19, o maior número desde o início da pandemia na cidade, em março de 2020. Ainda assim, a taxa de ocupação das UTIs permanece alta, em 93%.

Além dos 383 leitos UTIs, a rede pública de assistência hospitalar para os pacientes com sintomas respiratórios conta com outros 499 leitos clínicos exclusivos para covid-19.

No total, são 882 leitos SUS (UTI e clínicos) exclusivos para covid-19. Esse montante é bem maior que os 553 leitos inicialmente previstos no plano de contingência de enfrentamento à pandemia do município.