Coluna do Fiani

Scooby o filme

(Foto: Divulgação)

Os estúdios da Warner Bros. informaram nesta terça-feira que lançarão da animação “SCOOBY! O Filme”, baseada nas aventuras do famoso cão Scooby-Doo e de seus companheiros investigadores, em vez de esperar pela reabertura das salas de cinema, fechadas devido à pandemia do novo Corona vírus. A empresa retificou a decisão de adiar o lançamento do filme por tempo indeterminado e optou por manter a data de 15 de maio, usando a rede. “Queremos que as famílias possam aproveitar enquanto passam tempo em casa”, disseram os estúdios. As novas aventuras do cão detetive são a segunda grande produção infantil que, em meio à quarentena pela pandemia, estreia diretamente pela internet. O mesmo como aconteceu há algumas semanas com “Trolls 2”, da Universal Pictures. “Apesar de todos nós querermos poder mostrar nossos filmes nos cinemas novamente, estes tempos sem precedentes exigem pensamento criativo e adaptação”, declarou a presidente da Warner Bros., Ann Sarnoff. Enquanto “Trolls 2” e “SCOOBY! O Filme” apostaram no lançamento pela internet, obras como “Soul”, “Mulan” e “Minions 2”, além de franquias para adultos como “James Bond” e “Velozes e Furiosos”, decidiram adiar seus lançamentos para o segundo semestre ou mesmo para o ano que vem para serem vistos nas telonas.


APLICATIVO PARA GRUPO DE RISCOS
Desde o início da pandemia da COVID-19, o mundo tem procurado incansavelmente formas de tratamentos e atendimentos eficazes para a população, especialmente para os grupos prioritários. Com o número de testes disponíveis reduzidos no Brasil, o temor pela identificação da doença tem atingido inúmeras pessoas. Pensando nisso, a HealthYou, startup focada na eficiência de dados de saúde, acaba de lançar um serviço gratuito capaz de realizar a triagem e a identificação de grupos de riscos. Em caso de criticidade, a plataforma direciona o usuário para o teleatendimento 24h e, posteriormente, para unidades de saúde indicadas por geolocalização. Por meio do aplicativo próprio da startup (HealthYou Brasil), que tem por objetivo cuidar do bem-estar do cidadão e da eficiência das informações para os sistemas de saúde, ou do site www.healthyou.com.br/covid, os usuários passam por uma triagem completa e ficam sabendo de todos os detalhes sobre o Corona vírus sem sair de casa. A ferramenta é capaz de mapear, integrar e conectar todo o ecossistema de saúde em tempo real, unindo cidadãos, unidades de atendimento, hospitais e médicos em uma única rede. “A COVID-19 ainda desperta muitas dúvidas nos brasileiros, que estão cada vez mais preocupados com sua agressividade na hora do contágio e com os seus sintomas iniciais. Com um sistema intuitivo e de fácil acesso, a triagem consiste em perguntas que possibilitam um diagnóstico apurado da condição de risco do paciente. São checadas, por exemplo, informações sobre hábitos de saúde, possíveis sintomas, medicamentos utilizados e doenças pré-existentes”, explica Robson dos Reis Almeida, diretor da HealthYou e idealizador do serviço focado na COVID-19. Após passar pela triagem inicial, caso o usuário seja identificado como caso suspeito, podendo ser classificado como de risco alto ou crítico, ele será encaminhado para o teleatendimento 24 horas, realizado via vídeo ou 0800, onde membros da equipe de enfermagem da HealthYou realizam a confirmação de seu estado de saúde. Em seguida, caso identificada a necessidade, o paciente será direcionado, conforme protocolo e capacidade de atendimento, para uma unidade de saúde perto de sua casa. “Além disso, as nossas ferramentas direcionadas ao combate do coronavírus possibilitam o monitoramento remoto da evolução do quadro clínico do paciente positivado para COVID-19 e, também, realiza o mapeamento dos grupos de risco por criticidade e geolocalização, possibilitando um entendimento amplo da pandemia”, completa Robson dos Reis Almeida. O serviço exclusivo da HealthYou pode ser acessado por meio do aplicativo próprio (HealthYou Brasil), que está disponível para os sistemas Android e iOS, ou do site www.healthyou.com.br/covid.


CONTAGIANDO SORRISOS
No atual momento em que o mundo passa pela pandemia do novo Corona vírus, a máscara se tornou um item essencial de proteção, porém ela ainda é associada à sensação de tristeza, doença e medo. A partir desta observação, o produtor Conrado da Luz e o publicitário Gabriel Almeida, ambos da agência Remix Promo Criativa, de Curitiba, tiveram a ideia de convidar artistas visuais de diferentes linguagens para estampar sorrisos em máscaras de tecido, e assim passar uma mensagem de alegria, esperança e positividade. Este é o conceito do movimento “Contagiando Sorrisos”, que conscientiza para o uso de máscaras através de desenhos criados por artistas plásticos, quadrinhistas, cartunistas, ilustradores, grafiteiros, entre outros. A distribuição das máscaras será gratuita e realizada em ações pontuais, direcionada a trabalhadores de serviços essenciais que estão operando durante a pandemia. Estas ações serão iniciadas na cidade de Curitiba, com a intenção de serem feitas em outros locais do Brasil. “Contagiando Sorrisos” é um projeto filantrópico, que visa destinar 100% dos recursos arrecadados (por meio de empresas apoiadoras) à produção e doações do maior número possível de máscaras com sorrisos. Além dos artistas, estão trabalhando voluntariamente nesta iniciativa as agências Remix Promo Criativa, Hubox Marketig Digital e Lide Multimídia – Assessoria de Comunicação e a consultoria Estesia Business Inovation. “Nesse atual momento, a gente ficou pensando em como desenvolver uma ação para ajudar o mundo nesse problema da pandemia, mas sem pensar em vender para uma determinada marca, mas sim fazer algo diferenciado”, comenta Conrado da Luz. “Quando chegou a história de usar máscara de tecido como alternativa, na hora me veio a ideia do sorriso, da alegria que ele transmite. Isso me contagiou e compartilhei esse conceito com pessoas que passaram a integrar o projeto. E a ideia não parou mais. Essas pessoas estão trabalhando com satisfação pra ajudar o próximo. Isso é muito gratificante”.

Artistas doaram desenhos para o projeto
Quanto aos artistas, “Contagiando Sorrisos” já tem aproximadamente 20 participantes, incluindo nomes conhecidos nacionalmente, que doaram suas obras ao projeto. Entre os confirmados estão Ziraldo, Laerte, Paulo Auma, Solda, Flávio Aquino, André Mendes, Paixão, Washington Silveira, Hugo Mendes, André Rigatti, André Brik, Iara Teixeira, Emerson Persona, André Coelho, Lui Zuccherrelli de Paula, Daniel Mustafa, Pierre Lapalu, Canale, César Marquesini, entre outros.
Além dos confirmados, diariamente são feitos contatos com outros nomes e assim a iniciativa segue adiante com o intuito de mobilizar diversos outros artistas do Brasil. “Já contamos com nomes de alto nível de relevância, de estados como Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, entre outros. São vários artistas de diferentes estilos e culturas, mas todos juntos para uma causa única”, afirma Conrado da Luz. “O objetivo é alcançar 100.000 máscaras doadas, 500 artistas envolvidos e centenas de milhares de ‘sorrisos’ espalhados pelo país”. Para acompanhar as ações, pessoas interessadas podem acessar o site e as redes sociais do projeto e assim contribuir para contagiar sorrisos:
Site:
www.contagiandosorrisos.com.br
Redes sociais:
www.instagram.com/contagiandosorrisos/
www.facebook.com/projetocontagiandosorrisos