Publicidade

Secretário determina início de rodízio para policiais cedidos ao Gaeco

O secretário da Segurança Pública, Cid Vasques, determinou a implantação da primeira etapa do rodízio entre os policiais militares que fazem parte do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). A medida será implantada ainda este mês e será efetuada a partir de um cronograma estabelecido pelo Comando da Polícia Militar. 

O rodízio será feito de forma gradativa, para que possa haver planejamento de ações e não prejudicar nenhuma operação em andamento, explica Vasques. Para cada policial que está sendo substituído, estão sendo indicados dois nomes para escolha, atendendo a qualificações e perfis necessários para desenvolver da melhor forma os trabalhos no Gaeco, afirma Vasques. 

O secretário destaca que o rodízio é uma proposta das polícias Militar e Civil. Dessa forma, a interação com o Ministério Público vai se multiplicar. É um aperfeiçoamento da política estadual de segurança pública, acrescenta Vasques. 

A Coordenação Estadual do Gaeco tem 10 dias para se manifestar a respeito da decisão. Ao término do prazo, os policiais militares substituídos deverão se apresentar aos comandos das unidades às quais estão vinculados. O Departamento da Polícia Civil também está elaborando um cronograma para o rodízio dos seus policiais e deve encaminhar o documento nas próximas semanas à Secretaria da Segurança Pública. 

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES