Luto

Segundo maior baterista do mundo e letrista do Rush, Neil Peart morre aos 67 anos

(Foto: Reprodução/ Wikipedia)

Considerado um dos maiores bateristas do mundo e também letrista da banda Rush, Neil Peart faleceu nesta sexta-feira (10 de janeiro), aos 67 anos, em Santa Monica, nos Estados Unidos. A morte foi noticiada pela revista norte-americana "Rolling Stones", tendo como causa de morte um câncer no cérebro, que havia sido diagnosticado há três anos.

Com estilo virtuoso, Neil virou referência no rock progressivo e em outros estilos, como o Heavy Metal. Foi com sua entrada na banda, em 1974, que o Rush se consolidou como um dos trios mais conhecidos do rock, com letras cheias de referências literárias.

Neil Peart nasceu em 12 de setembro de 1952 em Ontario, no Canadá, e com apenas 13 anos de idade começou a estudar bateria. Cinco anos depois se mudou para Londres, retornando aos EUA apenas em 1972.

Dois anos depois se juntou ao Rush, grupoi que havia sido formado pelo guitarrista Alex lifeson e pelo baixista e vocalista Geddy Lee em 1968. Atualmente, é considerado pela revista Rolling Stone, referência no meio musical, o segundo melhor baterista de todos os tempos, atrás apenas de John Bonham.

Destacoiu-se também por suas composições, se afirmando como o letrista principal do Rush e se aventiurando em temas como ficção científica, fantasia e filosofia, assim como temas seculares, humanitários e libertaristas.