Publicidade
Disciplina

Segundo mais amarelado da Série B, Paraná Clube tem novo desfalque para sábado

Léo Príncipe: ele substitui Éder Sciola contra o Vitória
Léo Príncipe: ele substitui Éder Sciola contra o Vitória (Foto: Divulgação/Paraná Clube/Geraldo Bubniak)

O Paraná Clube é o segundo time com mais cartões amarelos na Série B de 2019. Foram 44 nas 14 partidas disputadas até agora. Ou seja, a média é de 3,1 por jogo. Só o São Bento levou mais, com 45 nas mesmas 14 rodadas.

Pelo regulamento, o jogador fica suspenso por uma partida a cada três amarelos. O impacto da indisciplina em campo é que o técnico Matheus Costa já perdeu nove jogadores por suspensão nesas 14 rodadas.

A suspensão por cartões amarelos para a próxima rodada é do lateral-direito Éder Sciola. Ele não enfrenta o Vitória, em Salvador.

Três jogadores estão 'pendurados' com dois amarelos. O lateral-esquerdo Guilherme Santos, o meia João Pedro e o volante Luan. Guiherme Santos, aliás, soma cinco cartões na competição. É o 'recordista' da equipe na competição.

O segundo lugar em amarelos do Paraná é dividido entre cinco jogadores, todos com quatro cartões cada: o goleiro Thiago Rodrigues, o zagueiro Rodolfo, o centroavante Jenison e o ponta Rodrigo Porto (ex-Carioca).

Dos 26 jogadores que entraram em campo pelo Paraná na Série B, 17 já receberam amarelo. Os nove que ainda 'não foram para o caderninho' são Bruno Rodrigues, Matheus Anjos, Juninho, Caio Monteiro, Rafael Furtado, Sueliton, Alesson, Léo Príncipe e Jhonny Lucas.

SEM EXPULSÕES
Se tem um alto número de amarelos, o Paraná pelo menos ainda não recebeu nenhum cartão vermelho na Série B de 2019. Apenas mais quatro clubes da competição também não tiveram expulsos — Coritiba, Botafogo-SP, Brasil-RS e América-MG.

ESCALAÇÃO
Sem Éder Sciola, o técnico Matheus Costa deve escalar Léo Príncipe contra o Vitória. Outra opção é Sueliton. O centroavante Jenison sofreu uma lesão no tornozelo e virou dúvida para a partida. O reserva imediato é Ramon, que também atua nas pontas. Outra opção seria Rafael Furtado, mas ele ainda não tem condições para 90 minutos. Na ponta-esquerda, Bruno Rodrigues está recuperado, mas dificilmente terá condições para atuar o jogo inteiro. O meia Matheus Anjos segue fora e terá mais duas semanas de tratamento, devido a lesão na panturrilha.

Com isso, a provável escalação para enfrentar o Vitória é Thiago Rodrigues; Léo Príncipe, Eduardo Bauermann, Rodolfo e Guilherme Santos; Luiz Otávio e Itaqui; João Pedro, Fernando Neto e Rodrigo Porto (Bruno Rodrigues); Jenison (Ramon).

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES