Covid-19

Segundo pesquisa, Manaus pode ter atingido ‘imunidade de rebanho’

Pesquisa coordenada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, apontou que, quando a cidade de Manaus (AM) vivenciou o pico da epidemia de Covid-19, no mês de maio, 45,9% da população local já havia contraído o novo coronavírus em algum momento. Após um mês, o porcentual atingiu 64,8% e teria se estabilizado em 66,1% nos dois meses seguintes.

Para os autores do estudo, a alta taxa de infecção nos últimos meses sugere que a imunidade de rebanho é um fator que contribuiu para a queda do número de novos casos e de mortes em Manaus.