Seleções de basquete dos EUA treinarão em Las Vegas para a Olimpíada de Tóquio

A Confederação de Basquete dos Estados Unidos (USA Basketball) divulgou na noite de quinta-feira que as seleções masculina e feminina do país vão realizar seus treinamentos para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 na cidade de Las Vegas, no MGM Resorts. Outras equipes nacionais, como a Argentina, também devem estar no mesmo espaço de treino que os americanos.

"A USA Basketball tem o orgulho de expandir sua parceria com a MGM Resorts", disse Jim Tooley, CEO da entidade. "Estamos entusiasmados em trazer nossas seleções para suas propriedades enquanto nos preparamos para a competição desafiadora que se aproxima neste verão (no hemisfério norte)", completou.

A seleção americana masculina, comandada pelo técnico Gregg Popovich, do San Antonio Spurs, começa seus trabalhos no dia 6 de julho. Já a equipe feminina deve se apresentar no dia 12 do mesmo mês, já que a WNBA tem o último jogo antes da pausa para a Olimpíada no dia 11.

Para controle sanitário, todos que estiverem no resort durante a preparação vão passar por testes diários. Inclusive as precauções tomadas no ambiente foi o que levou mais seleções por escolherem esse destino de preparação.

"Tivemos sorte e, ao mesmo tempo, merecemos ter uma organização como a USA Basketball para nos estender este convite", disse o técnico da Argentina, Sergio Hernandez. "Em um contexto tão complicado, não fica melhor do que isso".

As equipes devem treinar de sete a 10 dias antes de viajar ao Japão, uma vez que a disputa pela medalha de outro no basquete começa no dia 25 de julho e vai até 9 de agosto. Os Estados Unidos são favoritos em ambos os naipes e vão em busca de manter o legado no basquete.