Publicidade

Sem Neymar, PSG supera baixas de Mbappé e Cavani, bate Metz e lidera o Francês

Mais uma vez sem contar com Neymar, que segue sem ser utilizado enquanto define o futuro de sua carreira, o Paris Saint-Germain também soube superar os desfalques dos atacantes Mbappé e Cavani, ambos lesionados, ao vencer o Metz por 2 a 0, no campo do adversário, nesta sexta-feira, pela quarta rodada do Campeonato Francês.

Com o resultado, o time passou a somar três vitórias na competição e assumiu a liderança da competição, com nove pontos, igualando-se ao Rennes, que tem 100% de aproveitamento e joga no domingo contra o Nice, em casa, no complemento desta rodada.

Vice-líder por ter saldo de gols inferior ao do PSG, o Rennes precisará de apenas um empate para assegurar o seu retorno ao topo, pois o Lyon, terceiro colocado, tem seis pontos e poderá chegar no máximo a nove se superar o Reims, também no domingo.

Mesmo sem o seu trio de ataque considerado titular, a equipe parisiense abriu o placar do jogo desta sexta-feira já aos 10 minutos do primeiro tempo. Fofana fez um pênalti infantil em Bernat, que foi assinalado pelo juiz. O argentino Angel Di María bateu com categoria para balançar as redes pelos visitantes.

O Metz tentou o empate e quase conseguiu com Diallo, que, por duas vezes, assustou o goleiro Marcin Bulka e o brasileiro Leonardo, diretor esportivo do PSG, que estava nas tribunas do estádio Saint Symphorien acompanhando o confronto.

Porém, ainda no primeiro tempo, aos 43 minutos, o time comandado por Thomas Tuchel ampliou a vantagem. Após cobrança de falta pela meia direita de Marco Verratti, o atacante alemão naturalizado camaronês Moting cabeceou firme e fez 2 a 0.

O segundo tempo foi morno. O Metz não teve forças para diminuir o prejuízo, enquanto o PSG pareceu se poupar para a sequência de jogos que virão nos vários campeonatos a serem disputados nesta temporada 2019/2020.

Pelo Francês, porém, o time só voltará a atuar no dia 14 de setembro, contra o Strasbourg, em Paris, após a parada da competição motivada pela disputa das duas próximas rodadas das Eliminatórias da Eurocopa de 2020. No mesmo dia, o Metz, 13º colocado, com quatro pontos, buscará reabilitação diante do Bordeaux, fora de casa.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES