Publicidade

'Sempre perdi papéis para Leonardo DiCaprio, diz Joaquin Phoenix no SAG Awards

Joaquin Phoenix se consagrou em mais uma premiação neste domingo, 19, ao ser eleito o melhor ator no SAG Awards. Até aí tudo saiu dentro do esperado, entretanto, ao receber a estatueta, ele fez um discurso elogiando os colegas concorrentes da mesma categoria e mencionou Heath Leadger, que interpretou Coringa em Batman: O Cavaleiro das Trevas, de 2008.

O ator revelou que já havia perdido papeis para o colega Leonardo DiCaprio, que concorria por sua atuação em Era uma vez... em Hollywood. "Quando eu voltei a atuar, e a ir nas audições, eu sempre recebia a chamada final. Muitos sabem como isso funciona. E sempre tinha outros dois caras com quem eu disputava, e nós sempre perdíamos para esse mesmo garoto. Nenhum ator dizia o nome dele porque era demais. Mas os diretores de elenco sussurravam: 'é o Leonardo. É o Leonardo. Quem é esse Leonardo?' Leo, você é uma inspiração há 25 anos para mim e muitas pessoas, eu te agradeço muito, muito mesmo", disse.

Christian Bale, que foi indicado por sua atuação em Ford Vs. Ferrari, também foi elogiado por Phoenix. "Christian, você se compromete a seus papéis de uma forma que eu só posso sonhar. Você nunca atuou mal. Chega a dar raiva. Eu queria que fosse, uma vez, seja ruim uma vez", brincou.

Joaquin Phoenix chegou a dizer que não merecia ter ganho o prêmio de Melhor ator em filme do SAG Awards ao falar sobre Adam Driver, de História de um casamento. "Eu venho acompanhando você há alguns anos e você tem entregado performances lindas, profundas e cheias de nuances. Eu fiquei bem comovido com você e te achei devastador nesse filme e você deveria estar aqui."

"Você está maravilhoso nesse filme e fiquei super feliz por você. E eu mal posso esperar para ver o que você estará fazendo em breve", afirmou o vencedor para Taron Egerton, que atuou como Elton John no longa biográfico Rocketman.

Ao finalizar seu discurso, Joaquin homenageou o ator que também já interpretou Coringa: "Estou de pé aqui aos ombros do meu ator favorito Heath Ledger. Então, obrigado, boa noite". Ledger, que morreu em 2008, aos 28 anos, foi ganhador de um Oscar póstumo como melhor coadjuvante por Batman: O Cavaleiro das Trevas.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES