Senado começa processo de cassação de Berlusconi

Uma comissão de senadores italianos iniciou hoje (4) processo para cassar o mandato de senador do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi por causa da condenação a quatro anos de prisão por fraude fiscal. A decisão definitiva é esperada para o fim do mês e pode definir o futuro político de Berlusconi.

O ex-primeiro-ministro faltou à audiência da comissão, mas denunciou o procedimento como uma manobra de seus inimigos políticos. Não há possibilidade de defesa e não há razão para comparecer perante pessoas que já anunciaram por meio da imprensa qual decisão vão tomar, disse Berlusconi, em um comunicado divulgado pelos advogados.

A expectativa é que a votação seja favorável à expulsão, pois o ex-primeiro-ministro conta apenas com oito votos na comissão que julga a cassação. Os outros 15 membros já manifestaram que são contra a permanência de Berlusconi no cargo. O resultado da comissão pode sair até amanhã (5). O plenário do Senado poderá ratificar essa decisão em duas semanas.

A Suprema Corte da Itália confirmou no início de agosto a condenação do ex-primeiro-ministro à pena de quatro anos de prisão e decidiu que a decisão que o proíbe de exercer funções públicas durante cinco anos fosse novamente julgada por um tribunal de apelação.