Publicidade

Sensação da Indy, Herta frustra candidatos ao título e faz a pole em Laguna Seca

Vencedor mais jovem da história da Fórmula Indy, o novato Colton Herta voltou a superar os veteranos da categoria e cravou a pole position para a etapa de Laguna Seca, que tem pontuação dupla e encerra a temporada de 2019.

Com o tempo de 1min10s141, o norte-americano da Harding bateu Scott Dixon por 0s04 e largará na posição de honra neste domingo, às 16 horas (de Brasília). Quarto colocado na tabela de classificação com 508 pontos, o neozelandês da Chip Ganassi busca o hexa.

O terceiro colocado no grid é o vice-líder Alexander Rossi, ex-Fórmula 1. O norte-americano da Andretti soma 552 pontos e também briga pelo título. Ele largará na frente do conterrâneo Josef Newgarden, da Penske, que lidera o campeonato com 593.

O canadense James Hinchcliffe, da Arrow Schmidt Peterson, completa o Top 5 em Laguna Seca, à frente de Simon Pagenaud, que venceu as 500 Milhas de Indianápolis neste ano e busca coroar a temporada com a taça de campeão. O francês da Penske tem 551 pontos e ocupa o terceiro lugar da tabela de classificação.

Quinto no campeonato e fora da briga pelo título, o australiano Will Power, também da Penske, larga em sétimo. O oitavo é o norte-americano Graham Rahal, da Rahal Letterman Lanigan Racing. Quem larga no nono posto é Ryan Hunter-Reay, norte-americano da Andretti. Outro ex-piloto da Fórmula 1, o britânico Max Chilton completa o Top 10 com a equipe Carlin.

Reféns do fraco carro da AJ Foyt, os brasileiros Tony Kanaan e Matheus Leist não puderam se colocar no pelotão da frente no grid de largada. Campeão da Fórmula Indy em 2004 e vencedor das 500 Milhas de Indianápolis em 2013, o experiente Kanaan larga em 21.º, duas posições à frente de Leist.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES