Serena Williams lamenta erros e evita falar do futuro após queda em Melbourne

A derrota nas semifinais para a japonesa Naomi Osaka nesta quinta-feira acabou com as pretensões da americana Serena Williams de conquistar o oitavo título do Aberto da Austrália. Aos 39 anos, ela tem na prateleira de casa as taças das edições de 2003, 2005, 2007, 2009, 2010, 2015 e 2017. Além disso, perdeu mais uma chance de ser a maior recordista de títulos de Grand Slam - precisa de mais um, o 24.º na carreira, para igualar a marca da australiana Margaret Court.

A ex-número 1 do mundo e atual 11.ª colocada do ranking da ATP lamentou a partida ruim que fez nesta quinta-feira e evitou falar sobre seu futuro no circuito profissional. "Eu não diria que estava nervosa. O que fez a diferença foram os erros. Eu cometi muitos erros", disse Serena após perder por 6/3 e 6/4. A americana terminou a partida com apenas 12 winners e 24 erros não-forçados.

"Honestamente, tive algumas oportunidades que poderiam me deixar com 5/0 no primeiro set se eu tivesse aproveitado, mas acabei cometendo muitos erros. Eu estava me saindo bem durante todo o torneio. Mesmo nos primeiros games de hoje (quinta-feira), eu estava jogando bem e tive muitas oportunidades. Eu não sei o que aconteceu", comentou a americana, que havia derrotado duas Top 10 na campanha em Melbourne: a belarussa Aryna Sabalenka e a romena Simona Halep. "Simplesmente cometi muitos erros e foram erros fáceis. Não como se eu tivesse que correr muito para a bola ou algo assim. Foram erros fáceis mesmo".

A pandemia do novo coronavírus e suas implicações no calendário também foram assunto da entrevista coletiva após a partida contra Osaka. Mas Serena admite que não avaliou muito os cenários para a sequência na temporada. "Eu não pensei muito sobre isso. Acho que tenho um pouco de experiência por já ter convivido com a pandemia e passado por isso na última temporada. Isso é interessante. Mas são coisas que eu ainda não pensei muito", afirmou.

Heptacampeã do Aberto da Austrália, Serena também foi perguntada sobre o que ela pensou no momento em que saiu da Rod Laver Arena, bastante emocionada, com a mão no coração, e sendo aplaudida de pé pelo público. "Eu não sei. O público australiano é tão incrível, então foi bonito de ver". Sobre um possível clima de despedida, ela também despistou. "Não sei se irei dizer adeus um dia. Eu não contaria a ninguém".