CONFLITO

Sergio Moro vira sócio em consultoria

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro se manifestou ontem sobre a admissão como sócio-diretor da consultoria americana de gestão de empresas Alvarez & Marsal sete meses após deixar o governo Bolsonaro. Nas redes sociais, confirmou a contratação, que havia sido anunciada pela empresa no domingo, e negou conflito de interesses no novo cargo.
“Ingresso nos quadros da renomada empresa de consultoria internacional Alvarez&Marsal para ajudar as empresas a fazer coisa certa, com políticas de integridade e anticorrupção. Não é advocacia, nem atuarei em casos de potencial conflito de interesses”, escreveu em sua conta no Twitter.
O novo endereço comercial do ex-juiz da Lava Jato, que fez fama como linha dura contra a corrupção ao condenar empreiteiros, doleiros, lobistas e políticos de diversos partidos, incluindo o ex-presidente Lula na ação do triplex do Guarujá, afasta por agora especulações sobre uma possível incursão no campo eleitoral para concorrer à presidência em 2022.