Publicidade
Alerta

Servidores e aposentados devem verificar descontos no contracheque

(Foto: SMCS)

A Secretaria de Recursos Humanos e o Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Curitiba, o IPMC, fazem um alerta aos servidores da ativa e aposentados e aos pensionistas que utilizam o Cartão Qualidade para compras e os que fazem empréstimos consignados. Todos devem acompanhar de perto o que está sendo descontado no seu contracheque.

O RH recebe mensalmente do gestor do Cartão Qualidade e das instituições financeiras contratadas pelo servidor através do Curitiba Consig o valor utilizado que deve ser descontado no contracheque, de acordo com a margem que cada pessoa tem. "O servidor deve sempre verificar se o desconto está correto", diz o secretário de Recursos Humanos, Alexandre Jarschel de Oliveira.

O Cartão Qualidade permite que a pessoa faça compras nas empresas conveniadas e o valor é descontado no contracheque do mês seguinte, desde que a compra seja feita após o dia 6. Quem compra antes desta data, tem o desconto no mesmo mês.

Pelo Curitiba Consig, sistema disponível no RH 24 Horas, é possível tomar empréstimos. O link está entre as opções da aba Vida Financeira. A margem consignável de cada servidor é atualizada todo dia 21, com base na remuneração mensal.

Aposentados também

No caso dos aposentados e pensionistas, a situação é a mesma. "Cada um deve acompanhar aquilo que é descontado olhando o seu contracheque todo mês. Se houver algum valor incorreto, é importante procurar o Cartão Qualidade, se for em relação a alguma compra, ou o banco contratado, se for empréstimo", alerta a responsável pelo atendimento do IPMC, Daniélle Sass. Ela recomenda ainda que, quando for necessário, a família do aposentado e do pensionista ajude a fazer esta verificação.

Os descontos relativos ao Cartão Qualidade aparecem no contracheque do servidor, do aposentado e do pensionista agrupados por empresa, ou seja, se a pessoa fez mais de uma compra no mesmo estabelecimento, elas serão somadas. Outro aspecto importante é que muitas vezes as empresas aparecem com sua razão social, e não com o nome fantasia, aquele pelo qual a loja é conhecida.

O guarda municipal José Furquin Filho usa o Cartão Qualidade e agora fica de olho nas cobranças que aparecem no contracheque. "Recentemente percebi que havia duas compras repetidas. Vi por acaso, reclamei e foi resolvido. Agora confiro tudo", disse Furquin.

Para fazer esse acompanhamento dia a dia é preciso acessar o site do Cartão Qualidade (cartaoqualidade.com.br) ou usar o aplicativo. Pela internet, é possível visualizar o extrato dos últimos 60 dias.

A aposentada Maria de Jesus Marques, que usa o Cartão Qualidade e também os empréstimos consignados, faz como Furquin e acompanha tudo que vem cobrado no contracheque. "A gente tem que cuidar", resume.

Quem contrata é o servidor, aposentado, pensionista

O diretor do Departamento de Administração de Pessoal da Secretaria de Recursos Humanos, Hideto Yoshioka Junior, reforça que a Prefeitura apenas recebe a informação, lança o desconto em folha de pagamento e repassa o valor devido ao Cartão Qualidade ou à instituição financeira. "No caso de empréstimo consignável, o contrato é entre o servidor, aposentado ou pensionista diretamente com a instituição financeira", alerta.

Hideto esclarece que quando houver a liquidação da dívida, o agente financeiro é responsável pelo registro do pagamento no sistema. "Se o servidor já houver quitado o empréstimo e não for feita a liquidação no sistema, ele não pode efetuar novos empréstimos, caso queira", afirma o diretor.

Atualmente, existem 15 instituições financeiras cadastradas para os empréstimos consignados em contracheque. Para fazer a simulação, o servidor, aposentado ou pensionista pode entrar no sistema Curitiba Consig e verificar a melhor opção. Mas para contratar, é preciso comparecer à instituição financeira escolhida. A taxa máxima é fixada em decreto pela prefeitura e atualmente é de 1,8%.

Senhas

Daniélle Sass, do IPMC, lembra ainda que todos devem ter cuidado com suas senhas. A senha do RH 24 Horas usada pelo servidor quando está na ativa é a mesma do IPMC, quando o servidor se aposenta. Se o servidor tomar empréstimo, o sistema Curitiba Consig gera outra senha, específica para o empréstimo consignado.

"É fundamental o cuidado com cada uma das duas senhas. Isso evita muitos problemas para o servidor da ativa ou aposentado", ressalta.

Quem usa o Cartão Qualidade tem outra senha específica para as compras nas lojas conveniadas, com quatro números.

DESTAQUES DOS EDITORES