Publicidade
Campeonato Paranaense

Sete reforços esperam para estrear no Paraná Clube, que vai rodar o elenco

Itaqui comemora gol pelo Brasil-RS contra o Paraná Clube, em 2017
Itaqui comemora gol pelo Brasil-RS contra o Paraná Clube, em 2017 (Foto: Geraldo Bubniak)

O técnico do Paraná Clube, Dado Cavalcanti, afirmou que pretende rodar o elenco na próxima quarta-feira (dia 30), na partida em Toledo, pela quarta rodada da Taça Barcímio Sicupira Júnior. A ideia é evitar o desgaste físico excessivo. “Para a próxima partida haverá muitas trocas. Vai ser o quarto jogo. E têm jogadores que fizeram três jogos, participando 90 minutos. A sequência do quarto é mais difícil e, no fim do jogo (do último domingo), já sofremos, pelo acúmulo do cansaço”, explicou o treinador.

Com isso, é provável que Dado promova a estreia de alguns dos sete reforços que ainda não jogaram em 2019: o goleiro Filipe (Santos), os zagueiros Leandro Almeida (Londrina) e Matheus Lopes (CSA), o lateral-esquerdo Guilherme Santos (Paysandu), os volantes Jeferson Lima (Internacional) e Alejandro Márquez (O'Higgins-CHI) e o meia Itaqui (Brasil-RS).

Os novatos que começaram no banco a última partida, os atacantes Rodrigo Carioca e Kessley, também podem ganhar chance como titular. O volante Bruno, de 19 anos, e o meia Jean Lucas, 23 anos, ficaram no banco de reservas nas últimas partidas e são outras opções para o treinador.

No domingo, em Maringá, Dado escalou o time com Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Rodolfo, Fernando Timbó e Juninho; Luiz Otávio e Fernando Neto; Alesson, Higor Leite e Andrey; Jenison.

Agora, pode formar a equipe com Thiago Rodrigues (Filipe); Sueliton, Eduardo Bauermann, Rodolfo (Fernando Timbó) e Guilherme Santos (Juninho); Luiz Otávio (Bruno) e Alejandro Márquez (Jeferson Lima); Rodrigo Carioca (Alesson), Higor Leite (Maicosuel) e Andrey; Jenison.

“Primeiro de tudo vou fazer trocas para oxigenar o nosso grupo. Vamos avaliar os que finalizaram o jogo hoje (domingo) para não correr risco de lesão”, declarou Dado Cavalcanti.

Nas três primeiras partidas do ano, o treinador usou 18 jogadores diferentes. Só três ficaram os 90 minutos dos três jogos (270 minutos): o goleiro Thiago Rodrigues, o zagueiro Fernando Timbó e o lateral/ponta Juninho. Outros quatro foram titulares nos três jogos, mas acabaram substituídos pelo menos uma vez: o lateral Eder Sciola (249 minutos jogados), o centroavante Jenison (239 minutos), o meia Higor Leite (196) e o ponta Andrey (161).

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES