Sites do governo da Ucrânia ficam indisponíveis após ataques cibernéticos

Um ataque cibernético deixou vários sites do governo ucraniano temporariamente indisponíveis nesta sexta-feira, informaram autoridades locais. Embora não tenha ficado imediatamente claro quem estava por trás da invasão, a interrupção ocorreu em meio a tensões crescentes com a Rússia e depois que as negociações entre Moscou e o Ocidente não conseguiram produzir nenhum progresso significativo nesta semana.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia, Oleg Nikolenko, disse à Associated Press que era muito cedo para dizer quem poderia estar por trás do ataque, mas que "há um longo histórico de ataques cibernéticos russos contra a Ucrânia no passado".

Os sites do Gabinete do país, sete ministérios, o Tesouro, o Serviço Nacional de Emergência e o site de serviços estatais, onde os passaportes eletrônicos e certificados de vacinação dos ucranianos estão armazenados, ficaram temporariamente indisponíveis nesta sexta-feira como resultado do ataque.

Os sites continham uma mensagem em ucraniano, russo e polonês, dizendo que os dados pessoais dos ucranianos vazaram para o domínio público. "Tenha medo e espere o pior. Isso é para o seu passado, presente e futuro", dizia a mensagem, em parte.