Publicidade

Skaf: estamos em guerra contra inimigo desconhecido

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, avaliou nesta sexta-feira, 20, em videoconferência do presidente Jair Bolsonaro, membros do governo e empresários do setor produtivo, que o cenário do País é de "guerra contra um inimigo desconhecido", numa referência ao novo coronavírus. "Não sabemos a arma para combatê-la", emendou.

Skaf pediu um comando centralizado para o que classificou de "guerra contra a pandemia" da doença. Ele também afirmou que as medidas já anunciadas pelo Ministério da Economia são boas, mas serão insuficientes.

Skaf colocou o setor produtivo à disposição para ajudar o País, com participação de empresários no comitê de crise e planejamento de ações.

"Todas as necessidades que se possa ter de materiais estamos dispostos a ajudar. Empresários podem fazer manutenção de aparelhos respiradores e fornecer máscaras e álcool em gel", afirmou. "Nós queremos ajudar, mas precisamos de agilidade", emendou durante a conferência.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES