Publicidade
Série B

'Somos uma equipe ofensiva', afirma o técnico do Coritiba

Coritiba 0x0 Operário: time da capital finalizou 15 vezes naquela partida
Coritiba 0x0 Operário: time da capital finalizou 15 vezes naquela partida (Foto: Valquir Aureliano)

O técnico do Coritiba, Jorginho, defendeu o estilo de jogo da equipe, mesmo após o pífio desempenho nas últimas duas rodadas – empate em 0 a 0 com o Sport e vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo-SP. “Se a gente olhar nossa escalação, somos uma equipe ofensiva, não é uma equipe para jogar atrás. Eu boto o Giovanni, por exemplo, fazendo um volante, mas ao mesmo tempo um meia. O próprio Salles é um jogador que chega bem. Só coloquei o Serginho como uma segurança para nossa zaga, dando total liberdade para Salles, Giovanni, Alano, Robson e Rodrigão, todos eles pisarem na área”, declarou o treinador, na entrevista coletiva de segunda-feira (dia 4).

Nos últimos dois jogos, o Coritiba teve dificuldades para finalizar. Foram apenas seis arremates (um certo) contra o Sport e somente três (um certo) contra o Botafogo-SP. “A gente precisa, realmente, criar mais. É uma cobrança que eu tenho feito constante. De chutes a gol, a gente tem tido um número baixo, mas, mesmo assim, temos alcançado nossos objetivos para ficar dentro do G-4”, disse.

Nas partidas anteriores (Cuiabá e Operário), quando ainda contava com o meia-atacante Rafinha, o time finalizou mais. Foram nove arremates (cinco certos) contra o Cuiabá e 15 (3 certos) contra o Operário. Rafinha se recupera de lesão na panturrilha e pode voltar apenas em 2020.

“Mesmo com todas as dificuldades, a equipe está invicta há oito jogos. Temos feito boas partidas fora de casa temos que continuar acreditando e trabalhando. Infelizmente não temos muito tempo para treinar, temos optado pelo descanso”, declarou Jorginho.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES