Publicidade

Sport sofre, mas bate Criciúma em Recife e fica mais perto de voltar à elite

O Sport deu mais um largo passo em direção à elite do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste sábado, o time pernambucano sofreu, mas venceu o Criciúma por 1 a 0, na Ilha do Retiro, em Recife (PE), pela 34.ª rodada da Série B. Guilherme fez o único gol do jogo, cobrando pênalti, aos 36 minutos do segundo tempo. Agora o time pernambucano vai ter mais quatro rodadas para confirmar o acesso e fazer companhia ao Bragantino, líder com 68 pontos.

Com a vitória, o Sport chegou aos 60 pontos na vice-liderança, oito na frente do América-MG (52), que ocupa o quinto lugar, restando quatro rodadas para o final. O Criciúma, por outro lado, está em situação crítica. Em penúltimo, com 31 pontos, a equipe catarinense está a quatro do Londrina, primeiro fora da zona de rebaixamento.

A torcida do Sport fez uma festa bonita antes de a bola rolar na capital pernambucana. O clima parecia muito favorável para os donos da casa, mas o Criciúma entrou em campo disposto a estragar o momento do seu adversário.

Logo aos quatro minutos, Léo Gamalho assustou em cabeçada que passou perto da meta. Na base da empolgação, o time pernambucano respondeu aos oito. Sander foi até a linha de fundo e cruzou no segundo pau. Hyuri tentou finalizar, mas furou. Na sequência do lance, Guilherme emendou de primeira e carimbou o zagueiro Derlan.

O tempo foi passando e a estratégia do Criciúma acabou prevalecendo. Os visitantes bloquearam bem a entrada da área e não deixaram o adversário criar. A situação ofensiva do Sport ficou ainda mais complicada após Hernane, artilheiro da Série B com 14 gols, deixar o gramado com uma lesão no rosto. Com suspeita de afundamento no malar, osso embaixo do olho, ele deixou a Ilha do Retiro direto para o hospital.

Elton, substituto de Hernane, foi quem tentou arrumar espaço para finalizar. Ele recebeu na entrada da área e arriscou. A bola passou perto da meta de Paulo Gianezini e voltou a animar a torcida na arquibancada.

As esperanças foram renovadas para o segundo tempo. Os times mal haviam voltado dos vestiários e os dois treinadores promoveram mudanças. Léo Artur entrou em campo pelo Sport, enquanto Reinaldo e Eduardo ganharam oportunidade no Criciúma, deixando o time mais ofensivo.

O jogo ficou mais animado com as trocas. Logo na primeira chegada do segundo tempo, o mandante chegou a marcar. Após bate-rebate na área, Hyuri apareceu para completar chute cruzado, mas a arbitragem assinalou impedimento e invalidou o lance. A resposta do Criciúma veio em seguida. Reis feliz fila, passou por três marcadores e tentou tocar na saída de Luan Polli. O goleiro pernambucano, no entanto, caiu bem e evitou o gol certo.

Em cobrança de falta, aos 15 minutos, Guilherme carimbou a trave, aumentando a pressão do Sport. E a partida seguiu elétrica, com a equipe da casa tentando empurrar o adversário para trás, mas seguia sem inspiração, apostando na bola área para pegar a defesa catarinense de surpresa. O Criciúma, por sua vez, tentou aproveitar o espaço deixado pelo adversário para chegar ao gol, mas não encaixou o sonhado contra-ataque.

Mas o Sport acabou encontrando o caminho da vitória. Hyuri tentou invadir a área e acabou derrubado, aos 34 minutos. Pênalti, assinalado pelo juiz. Guilherme foi para a cobrança e acertou o ângulo de Paulo Gianezini, sem chance de defesa.

Nos minutos finais, o Criciúma chegou a balançar as redes. Após cobrança de falta, Sandro ganhou da marcação e completou para o gol na pequena área. A arbitragem, no entanto, assinalou toque de mão do zagueiro na disputa pelo alto e invalidou o lance. Na reclamação, o autor do gol acabou expulso.

Na próxima rodada da Série B, na terça-feira, o time catarinense recebe o Londrina, às 20h30, no estádio Heriberto Hulse. Na quarta-feira, o Sport visita o Botafogo, às 21h30, no Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

FICHA TÉCNICA

SPORT 1 X 0 CRICIÚMA

SPORT - Luan Polli; Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Charles, Willian Farias (Marquinho) e Leandrinho (Léo Artur); Guilherme, Hyuri e Hernane (Elton). Técnico: Guto Ferreira.

CRICIÚMA - Paulo Gianezini; Derlan, Sandro, Thales (Eduardo) e Bruno Oliveira; Jean Mangabeira (Vinícius), Foguinho e Wesley (Reinaldo); Reis, Andrew e Léo Gamalho. Técnico: Roberto Cavalo.

GOLS - Guilherme, aos 36 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Wagner Reway (PB).

CARTÕES AMARELOS - Charles e Sander (Sport); Reis (Criciúma).

CARTÃO VERMELHO - Sandro (Criciúma).

RENDA - R$ 504.591,00.

PÚBLICO - 22.158 torcedores.

LOCAL - Ilha do Retiro, em Recife (PE).

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES