STJ decidirá futuro de Carli Filho na próxima semana

O futuro do ex-deputado Luiz Fernando Ribas Carli Filho, acusado de matar dois jovens em um acidente de trânsito em Curitiba, será decidido na próxima terça-feira (26), informou o Superior Tribunal de Justiça. É que o Ministro Relator Sebastião Reis Jr marcou para a semana que vem o julgamento do habeas corpus impetrado pelos advogados que representam o ex-deputado.

Por conta de liminar concedida neste mesmo habeas corpus, o julgamento pelo tribunal do júri, em Curitiba, que chegou a ser marcado para 26 de março deste ano, foi suspenso. Em parecer, o Subprocurador-Geral da República, Dr. Antonio Carlos Pessoa Lins, recomendou o prosseguimento do processo criminal no Tribunal de Justiça do Paraná com a recusa do pedido da defesa do ex-deputado.

Relembre o caso

O caso envolvendo o Carli Filho nos remete a sete de maio de 2009, quando o carro blindado dirigido pelo ex-deputado decolou em um trecho da Avenida Monsenhor Ivo Zanlorenzi, atingindo o veículo em que estavam as duas vítimas, Gilmar Rafael Souza Yared e Carlos Murilo de Souza, que entravam na mesma avenida fazendo uma conversão à esquerda.

O inquérito policialapontou que o ex-deputado dirigia com velocidade entre 161 e 173 km/h. Para piorar, Carli estava com a carteira de habilitação suspensa por excesso de multas de trânsito e havia ingerido quantidade de álcool quatro vezes acima da tolerada à época.