Publicidade

STJD confirma que partida da Série D deve ser anulada

A maior polêmica do final de semana, ocorrida no Campeonato Brasileiro da Série D, deve levar à anulação da partida entre Tupi-MG e Aparecidense-GO, que terminou empatada por 2 a 2, sábado à tarde, em Juiz de Fora (MG). Segundo o presidente do Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Flávio Zveiter, o time goiano será enquadrado no Artigo 243-A, que determina multa de R$ 100 a R$ 100 mil além da anulação da partida em casos de influência de alguma pessoa relacionada ao clube de forma contrária à ética desportiva. O julgamento será feito, no máximo, até o início da próxima semana.

"Em tese, houve infração e as imagens serão analisadas pelo STJD. A tendência é a anulação do jogo e a remarcação de uma nova partida", afirmou.

No último sábado, a Aparecidense-GO se classificou para as quartas de final da Série D graças a um lance polêmico no final da partida, aos 44 minutos do segundo tempo. O massagista do time goiano, conhecido por Esquerdinha, invadiu o campo e tirou a bola em cima da linha, impedindo o terceiro gol que daria a vaga ao Tupi-MG. O empate por 2 a 2 no Estádio Radialista Mário Heleno, em Juiz de Fora, deu a vaga ao Aparecidense, que tinha empatado em casa por 1 a 1.

Na súmula do jogo, o árbitro Arilson Bispo da Anunciação, da Federação Baiana, relatou que o massagista Romildo Fonseca da Silva, evitou o gol do adversário e em seguida foi perseguido por jogadores, que foram contidos pelo policiamento.

"O Sr. Romildo Fonseca da Silva, massagista da Aparecidense, ao retornar ao banco de reservas por trás da meta defendida por sua equipe, adentrou o campo de jogo e chutou a bola que iria entrar na meta, após ser chutada por um atacante do Tupi Football Club", descreveu na súmula.

Agora é esperar o julgamento, que deve determinar outro jogo, de novo em Juiz de Fora. No final de semana aconteceram cinco jogos, que definiram cinco times para as quartas de final da Série D. Garantiram suas vagas o Juventude-RS, Metropolitano-SC, Salgueiro-PE, Botafogo-PB e Aparecidense-GO.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES