Publicidade
Extrema-direita

Suspeito de ameaçar professora da UnB de morte é identificado na Grande Curitiba

A Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) do Distrito Federal identificou nesta segunda (6) em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, o autor das ameaças contra a professora da Universidade de Brasília (UnB) Débora Diniz .Os investigadores cumpriram mandados de busca e apreensão em Ceilândia e em São José dos Pinhais.O homem tem 42 anos irá responder em liberdade por injúria e ameaças. Computadores foram apreendidos no local. O nome dele não foi informado.

O resultado das investigações foi enviado ao Ministério Público, que pode oferecer denúncia. Nesses casos, a pena prevista é de dois a quatro anos de prisão. O homem tem passagens por delegacias do Paraná por lesão corporal e porte ilegal de arma. As investigações também comprovaram a ligação dele com um grupo de extrema-direita na região.

Os policiais chegaram até o acusado com dados cibernéticos coletados por peritos do Instituto de Criminalísticado Distrito Federal. Os policiais descobiram que o suspeito mantinha contato com um dos integrantes de um grupo de extrema-direita alvo de duas operações da Polícia Federal que combatiam crimes de ódio racial pela internet.

A professora deixou o Distrito Federal depois de sofrer ameaças de morte de grupos de extrema-direita na saída de um evento na no último dia 18. Defensora da descriminalização do aborto, bem como dos direitos das mulheres, a pesquisadora é referência em bioética e foi reconhecida como uma das 100 mais importantes pensadoras do mundo, devido ao seu trabalho a respeito das grávidas que contraíram o zika vírus.

 

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES