Terrorismo

Suspeito em caso de pacotes-bomba é detido na Flórida

(Foto: Reprodução/TV)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma pessoa foi detida nesta sexta-feira (26) em conexão com o envio de ao menos 12 pacotes-bomba a políticos democratas e críticos do presidente Donald Trump, afirmou o Departamento de Justiça.

A pessoa foi detida na área de Miami, segundo fonte do departamento. De acordo com a CNN, a prisão ocorreu em Plantation, cidade próximo a Fort Lauderdale, na Flórida. Não houve confirmação oficial do local preciso da detenção.

A agência Reuters disse que o suspeito se chama Cesar Sayoc e que ele nasceu em 1962, mas ainda não há uma confirmação oficial sobre o assunto.  

A investigação nos últimos dias ficou concentrada em um centro de distribuição de correspondências na cidade do estado da Flórida. 

O anúncio da detenção ocorreu após dois novos pacotes-bomba serem encontrados nesta sexta. Um estava endereçado ao senador democrata Cory Booker, na Flórida, e o outro, ao ex-diretor de Segurança Nacional James Clapper, em Nova York.

Com isso, já são 12 os artefatos explosivos descobertos.  Os incidentes ocorrem a menos de duas semanas de eleições legislativas que podem alterar o balanço de poder em Washington. 

O artefato direcionado a Booker, senador por Nova Jersey,  foi encontrado em centro de distribuição de correspondência em Miami. O de Clapper foi enviado à rede de TV CNN -é o segundo pacote recebido pela emissora.