Publicidade
Inédito no mundo

'Tapete' inteligente usado no embarque do Aeroporto Afonso Pena tem toque paranaense no seu DNA

(Foto: Divulgação/Assessoria de imprensa)

Se o embarque nas aeronaves já era visto como algo lento e trabalhoso, a pandemia trouxe ainda a necessidade de manter o distanciamento social nas filas. Para solucionar todas estas questões, a Pacer, uma empresa de Mariópolis, no Sudoeste do Paraná, desenvolveu o Sistema Wavemaker, que utiliza Inteligência Artificial para projetar no chão um “tapete” com o número dos assentos em realidade aumentada, que se move conforme o fluxo de passageiros. Caso algum passageiro interrompa o fluxo, a inteligência do sistema, automaticamente, paralisa o movimento da projeção.

A tecnologia contou com o desenvolvimento da Pacer, residente do HIPE Innovation Center em Curitiba, e acaba de ser lançada pela Companhia Azul como o “Tapete Azul”, no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais. Com o aumento de integração entre as companhias aéreas, a solução pode reduzir em até 50% o tempo do embarque nas aeronaves, aumentando o conforto dos passageiros e a eficiência das companhias aéreas.

O Pacer Wavemaker atua como um sistema de embarque assistido para guiar os passageiros de maneira simples, intuitiva e orgânica. Com a inovação, os passageiros terão uma experiência de um embarque reinventado, em que as pessoas serão conduzidas e organizadas de acordo com uma projeção dos números dos assentos do avião, ou seja, cada um terá o seu lugar no momento de embarque, mas sem a necessidade de uma fila extensa e demorada. Além disso, em tempos de pandemia, a tecnologia garante o distanciamento social entre os passageiros durante o embarque. “Como o passageiro terá o seu lugar demarcado na projeção, ele pode se dirigir ao local do embarque apenas na hora exata em que a aeronave abrir as suas portas, sem a criação de filas. Mas quando chegar o momento de embarcar, os passageiros serão organizados a uma distância segura e adequada um do outro”, afirma o diretor André Pocai.

Além de proporcionar uma organização mais inteligente e eficaz, o Wavemaker também deve garantir mais pontualidade nos voos. A solução utiliza as mais altas tecnologias do mundo e coloca o Brasil como pioneiro neste tipo de inovação.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES