Publicidade
Em tratamento

Tartaruga-cabeçuda debilitada aparece nas areias de Guaratuba

(Foto: LEC/Divulgação)

Uma tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta) foi encontrada viva na praia central do município de Guaratuba, no Litoral do Paraná, no domingo (20) à tarde. A equipe do Laboratório de Ecologia e Conservação da UFPR (LEC) foi chamada. Após o resgate, o diagnóstico inicial feito pela equipe veterinária avaliou o animal como debilitado e pouco responsivo. No momento, a tartaruga-cabeçuda está em tratamento na sala de estabilização do Centro de Reabilitação e Despetrolização de Animais Marinhos da UFPR, recebendo os primeiros medicamentos para estabilização de sua condição.

Caso você aviste uma tartaruga, golfinho ou ave marinha morta ou debilitada entre em contato com a nossa equipe através do telefone: 0800 642 3341. O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no Polo Pré-Sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama. Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos.


O PMP-BS é realizado desde Laguna (SC) até Saquarema (RJ), sendo dividido em 15 trechos. O Laboratório de Ecologia e Conservação/UFPR monitora o Trecho 6, compreendido entre os municípios de Guaratuba e Guaraqueçaba.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES