Publicidade
Espécie em extinção

Tartaruga de mais de 300 quilos é encontrada encalhada em Praia de Leste

Tartaruga-do-couro: animal é uma espécie ameaçada de extinção
Tartaruga-do-couro: animal é uma espécie ameaçada de extinção (Foto: UFPR/divulgação)

Uma tartaruga-de-couro de mais de 300 quilos foi encontrada encalhada no balneário do Praia de Leste, em Pontal do Paraná (Litoral), ontem. O animal adulto foi rebocado pela equipe do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), com a colaboração de comunitários e prefeitura de Pontal, e encaminhada para o Centro de Reabilitação, Despretrolização e Análise de Saúde da Fauna Marinha do Centro de Estudos do Mar da UFPR.

A tartaruga é uma espécie ameaçada de extinção e impactada pelos resíduos plásticos produzidos e utilizados pelos seres humanos, segundo os pesquisadores da UFPR.

No início da manhã de hoje, mesmo considerando o avançado estágio de decomposição do animal, amostras biológicas seriam coletadas para auxiliar no entendimento quanto às características biológicas e causa de morte do animal.

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no Polo Pré-Sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama. Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos. O projeto é realizado desde Laguna/SC até Saquarema/RJ, sendo dividido em 15 trechos. O Laboratório de Ecologia e Conservação do Centro de Estudos do Mar/UFPR monitora o Trecho 6, compreendido entre os municípios de Guaratuba e Guaraqueçaba.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES