Publicidade
Brasileirão

Técnico do Athletico lamenta ausência de Lodi e critica 'atitude infantil'

Tiago Nunes
Tiago Nunes (Foto: Valquir Aureliano)

O técnico do Athletico Paranaense, Tiago Nunes, lamentou a ausência do lateral-esquerdo Renan Lodi na partida desse domingo (dia 2), contra o Fluminense. O jogador foi convocado para a seleção brasileira pré-olímpica para o Torneio de Toulon, na França. O clube pediu que o jogador fosse retirado dessa lista. A CBF não respondeu e Lodi acabou não seguindo para a França.

“Não costumo ficar lamentando pelas ausências. A gente perdeu o Thiago (Heleno), perdeu o Camacho. E agora está sem o Renan. São jogadores que têm potencial para serem titulares a qualquer momento. E nosso grupo já é pequeno. O que a direção me passou sobre o Renan é que, pelo fato de não ter sido inscrito lá em Toulon, ele não pode viajar pra França. E que ainda está convocado e, por isso, não pode jogar no Brasileirão. Isso me lembra da minha infância, quando eu brigava com minha irmã: 'a bola é minha. Não, é minha'. É uma coisa infantil. Fico com pena do Renan, que gostaria de estar jogando. A CBF acaba desvalorizando a competição, porque acaba tirando grandes craques da competição”, disse o treinador.

Sobre o jogo, Tiago Nunes agradeceu a presença da torcida e fez sua análise. “Obrigado aos torcedores que vieram prestigiar nossa equipe. Obrigado por esse apoio. Um jogo não tem conexão com outro, mas o espírito que a gente impôs no primeiro tempo foi muito próximo do que a gente fez na Argentina, mas os adversários são diferentes. A indignação que a gente teve hoje pelo resultado que poderíamos ter lá na Argentina. Tiramos o que o adversário tem de melhor, que é a circulação de bola na primeira fase. Estou muito satisfeito pelo que fizemos no primeiro tempo. No segundo tempo, administramos o jogo”, declarou.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES