Publicidade
Covid-19

Técnico ex-Coritiba que pegou coronavírus deve sair do isolamento nesta segunda-feira

René Simões
René Simões (Foto: Reprodução / Instagram)

O técnico René Simões, que foi diagnosticado com o novo coronavírus, deve sair nesta segunda-feira (30) do isolamento. Ao menos é essa a expectativa do próprio treinador, que dirigiu o Coritiba em duas oportunidades (2007 e 2009). Simões está com 67 anos. 

Simões admitiu nesta sexta-feira (27), em seu perfil no Instagram, que havia contraído o vírus. Ele deu a notícia de forma bem humorada: enquanto fala do problema, fazia embaixadinhas com uma bola. E usava uma camisa do Coritiba. “Pensando em como daria a notícia, resolvi pegar a minha amada bola de futebol e fazer a comunicação juntos”, disse ele.

Segundo o treinador, ele começou a sentir os sintomas no dia 16 de março. Foi a um hospital no Rio de Janeiro, onde mora, e fez o teste para coronavírus. “Por precaução, mesmo não sabendo o resultado, fiquei em isolamento no meu quarto. Não sai dele e tinha tudo separado para mim dentro de casa. Tudo era higienizado e ninguém entrava no quarto. Somente hoje recebi o resultado que foi positivo”, disse o treinador. “Como o vírus demora a se manifestar, mesmo tendo mais de quatorze dias seguirei na prevenção e só sairei no dia 30 do isolamento. Somente no primeiro dia tive algum sintoma e depois fiz tudo normalmente”.

Após a postagem, Simões disse que recebeu solidariedade não só da torcida coxa-branca, mas também de torcedores rivais. “Agradeço ao povo do Paraná as inúmeras mensagens. Esse vírus está ligando todo mundo”, afirmou.

René Simões foi o técnico que levou o Coritiba ao acesso para a primeira divisão nacional, em 2007. Na ocasião, o time jogava a Série B pela segunda vez seguida, após a queda ocorrida em 2005. O time treinado por Simões subiu com várias rodadas de antecedência e ainda foi campeão da Série B naquele ano, após uma vitória de virada sobre o Santa Cruz (3 a 2), em Recife. Em 2009, Simões foi um dos treinadores que dirigiu o Coritiba no ano do centenário do clube. Levou a equipe às semifinais da Copa do Brasil – perdeu para o Internacional – e acabou demitido em agosto. O time seria rebaixado à Série B no fim daquele ano.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES