Publicidade
Parque Barigui

Tecnologia é vedete na Expo Educação que recebeu 6 mil visitantes só pela manhã

Tecnologia é vedete na Expo Educação que recebeu 6 mil visitantes só pela manhã
(Foto: Levy Ferreira/SMCS)

Os estantes de realidade virtual e aprendizagem criativa foram bastante procurados, durante a manhã desta terça-feira (31/7), na Expo Educação 2018. A mostra é promovida pela Secretaria Municipal da Educação no Expo Renault, no Parque Barigui. Só na manhã desta terça cerca de 6 mil pessoas passaram pela Feira, que segue até a quarta-feira (1).

Professores da rede municipal e profissionais que atuam na área usaram óculos 3D, robôs, softwares, lousa digital e recursos para criação de atividades. Os visitantes também tiveram a oportunidade de vivenciar situações de estímulo a criatividade e interação.

Os recursos apresentados no espaço reúnem possibilidades de trabalho dentro e fora da sala de aula. Ao projetar conteúdos, imagens, vídeos e personagens a lousa digital instigou os profissionais a explorarem as possibilidades de animar elementos, mudar cenários, editar conteúdos e colocar em prática atividades que aproximam a criança do conhecimento.

“O que mais chama a atenção dos profissionais é a possibilidade interativa da lousa, que torna a apresentação do conteúdo mais próxima, flexível e rápida”, destaca Aline Alvarez, da Coordenadoria de Tecnologias, Mídias Digitais e Inovação.

As inspetoras, Ruth Jesus Silva e Sônia Maria Abreu, da Escola Municipal Irati, no Cajuru, buscaram informações sobre o trabalho com robôs para implementar na hora do recreio nos espaços em que atuam. “É muito interessante a utilização desse material para o trabalho de recreação e inovação na escola. As crianças brincam e aprendem ao mesmo tempo”, disse Ruth.

“A robótica envolve vários saberes e utilizá-la para a formação vai além de ensinar a criança, porque ela cria várias conexões com o mundo. Envolve o brincar, o fazer e imaginar”, completa Sônia.

Realidade virtual

Outra atração do evento é o espaço de simulação da realidade virtual com a utilização de óculos 3D. A professora Taiane de Fatima Borges, do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Vila Torres, no Prado Velho, aprovou o uso desses materiais para motivar a criança. No simulador, ela ouviu a história de uma barbearia e destacou como pode utilizar esse recurso com a criança. “Este pode ser um trabalho que incentive a criança a pensar, construir enredo e produzir histórias porque a medida que apresenta a narrativa você tem que imaginar para virar realidade”, explicou Taiane.

Além dessas atrações, que incluem o conteúdo num espaço interativo, muitos participantes também puderam aprender a utilizar materiais simples, como os recicláveis para inovar na apresentação de conteúdo às crianças, como medidas de comprimento, formas geométricas, mapas, produção de textos e uma infinidade de propostas que surgiram durante a troca de experiências dos profissionais nos estantes do evento.

A Expo Educação segue com a programação de atividades até esta quarta-feira,1 de agosto, no Expo Renault, no Parque Barigui, e é aberta a toda a comunidade.

DESTAQUES DOS EDITORES