Publicidade
PontoCom

Tecnologias que devem sobreviver à virada do ano

Apesar da passagem do ano representar um novo ciclo, há tecnologias que devem permanecer como tendência em 2018, ao menos por um tempo. Dos serviços baseados em blockchain aos computadores com processador ARM e Windows 10, devem sobreviver a virada. A expectativa é de que eletrônicos lançados esse ano fiquem ainda mais populares e acessíveis nos próximos meses.

Blockchain —Para 2018, estima-se que softwares e eletrônicos passarão a proteger suas informações com blockchain, a mesma tecnologia usada nos Bitcoins

Fones Bluetooth — É possível que vejamos mais modelos do tipo em 2018.

Notebooks com processador ARM — Mais rápido, promete rodar o Windows sem travar

Realidade Aumentada — Realidade Aumentada é uma tecnologia que permite que o mundo virtual seja misturado ao real, possibilitando maior interação e abrindo uma nova dimensão na maneira como nós executamos tarefas, ou mesmo as que nós incumbimos às máquina

Internet das Coisas — Devido ao crescente surgimento de assistentes virtuais para o lar, com as diferentes versões do Amazon Echo e do Google Home, além do HomePod da Apple, esperado para 2018, é forte a expectativa de que surjam mais aparelhos. São esperados dispositivos como smart TVs, sistemas de ar-condicionado e refrigeradores, que possam ser controlados por esses sistemas.

Vírus estufa bateria
Um dos efeitos mais comuns de malware em smartphones é tornar o aparelho mais lento. Agora, um novo tipo de vírus cavalo de troia, descoberto pela Kaspersky Lab, faz com que o vírus esquente o aparelho tanto a ponto de danificá-lo fisicamente. O estrago é feito para minar uma criptomoeda. Intitulado Loapi, o vírus só afeta Android, que além dos danos físicos, faz o dispositivo mostrar uma série de propagandas, participar de botnets(podendo torná-lo parte de um ataque de negação de serviço), enviar mensagens de texto e até inscrever o número cadastro a serviços pagos, sem que o usuário perceba.

A propagação é feita por downloads de apps provenientes de lojas alternativas, sobretudo de conteúdo adulto, falsos vírus, propagandas maliciosas presentes em sites ou por spam enviado via SMS.

Bizarrices

Não é o que parece – Apenas necessário para descongelar o motor do carro, que não funciona no inverno da Sibéria 

Publicidade

Veja também