Publicidade
Despedida?

Tiago Nunes afirma que pode deixar o Athletico após a final da Copa do Brasil

Tiago Nunes, durante a coletiva desse domingo
Tiago Nunes, durante a coletiva desse domingo (Foto: Reprodução/youtube/Athletico Paranaense)

O técnico do Athletico Paranaense, Tiago Nunes, deu uma resposta surpreendente durante a entrevista coletiva desse domingo (dia 15), logo após a derrota para o Avaí, na Arena da Baixada. Perguntado sobre o cansaço dele, treinador, pela sequência de jogos, Tiago Nunes falou que está desgastado. “Eu chego muito cansado fisicamente. Mentalmente motivado. Emocionalmente vivendo esse sonho, mas fisicamente extenuado. A vida de treinador é difícil nesse sentido porque esse calendário maluco você joga demais e tem que estar inteiro. Você concentra, mas não dorme. Descansa de olhos abertos, então não recupera. É o preço que se paga. É a profissão que eu escolhi. Mas chego com muita fé, muito motivado. Aí sim depois do jogo com o Inter a gente vê o que acontece, se eu consigo descansar, se eu pego o boné ou se eu fico”, comentou.

Em seguida, Tiago Nunes foi perguntado sobre a expressão ‘pegar o boné’ e respondeu da seguinte maneira. “Eu estou cansado pra caramba, fisicamente bem cansado. Papel de treinador do Athletico não se resume a treinar. Tem papel integrado com todas categorias. Trabalho com os demais treinadores, com a diretoria. Por sorte tenho um braço direito, que segura toda a onda que é o Paulo Miranda. Mas preciso cuidar da saúde, as coisas não estão legais”, disse.

Em relação ao jogo com o Avaí, Tiago Nunes elogiou a quantidade de chances criadas, mas lamentou os gols perdidos. “Faltou tranquilidade. Com o calor, fomos levados a um nível muito alto de stress físico. O Avaí teve aquele gol, um chute belíssimo de fora da área, e no segundo tempo uma chance com o Betão. Nós tivemos dez chances claras. Quero parabenizar o Alberto pela vitória. Mas seguimos fortes. Fizemos uma atuação para vencer, mas não foi o suficiente em função de algumas coisas”, declarou. “Não vou ficar lamentando o resultado. Estaria preocupado se o time não tivesse criado chances”, analisou.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES