Publicidade
Campeonato Paranaense

Time que não faz gol, Paraná recebe o Athletico na Vila

Dado Cavalcanti: "Dificilmente vamos ter mais posse de bola que o Athletico. Temos mais verticalidade"
Dado Cavalcanti: "Dificilmente vamos ter mais posse de bola que o Athletico. Temos mais verticalidade" (Foto: Geraldo Bubniak)

O Paraná Clube recebe o Athletico neste domingo (3), às 17 horas, na Vila Capanema, pela 5ª rodada da Taça Barcímio Sicupira – o primeiro turno do Campeonato Paranaense. Com risco na tabela, o Paraná Clube tem que lidar com outra dificuldade: fazer gol no Estadual.

Faltam duas rodadas – neste fim de semana e no próximo – para acabar a Taça Barcímio Sicupira. No grupo B, a liderança está com Coritiba e FC Cascavel, com 8 pontos cada, enquanto o Paraná está em 5º lugar, com 5 pontos. Apenas os dois primeiros vão às semifinais. Se o time da Vila não vencer, corre o risco de ser eliminado com uma rodada de antecedência – o último adversário será o Londrina, no estádio do Café.

Até agora, o Paraná marcou 4 gols em 4 jogos no Estadual. Embora a média seja de um gol por jogo, todos os gols saíram em uma só partida, a goleada de 4 a 0 sobre o Foz – numa ocasião em que o time ainda perdeu um pênalti. O Paraná passou em branco contra Operário (perdeu em casa por 1 a 0), Maringá (0 a 0, fora) e Toledo (0 a 0, fora).

Para Dado, contudo, o jogo deste domingo deverá ter gols. “Até pela característica das duas equipes. Dificilmente vamos ter mais posse de bola que o Athletico. Até pelas características dos nossos jogadores. Temos mais verticalidade. Os times jogam diferente, mas com o mesmo propósito, jogam para a frente”, analisou o treinador. “É precoce falar sobre qualquer prognóstico, mas a tendência é de um jogo bom”.

No jogo desde domingo, contudo, o técnico Dado Cavalcanti cogita escalar força máxima. Diante do Toledo, na última quarta-feira (30), ele fez várias alterações, afirmando que alguns jogadores estavam sentindo o desgaste das partidas. A tendência é que retornem ao time titular o lateral Eder Sciola, os volantes Fernando Neto e Luiz Otávio o meia Alesson e o atacante Jenison. A dúvida é no meio, entre Higor Leite e Maicosuel. “Nossa maior preocupação é entender como vai ser o Maicosuel após 90 minutos (ele jogou apartid ainteira contra o Toledo)”, disse o treinador. “Havendo recuperação plena, vamos ver o que é melhor para o Paraná, se é melhor ele começar ou se é melhor esperar o segundo tempo. Tudo vai depender da minha estratégia”.

PARANÁ x ATHLETICO
Paraná: Thiago Rodrigues; Eder Sciola, Rodolfo (Leandro Almeida), Bauermann e Juninho; Luiz Otávio e Fernando Neto; Alesson, Maicosuel e Rodrigo Carioca; Jenison. Técnico: Dado Cavalcanti
Athletico: Léo; Reginaldo, Robson Bambu, Eder Ferreira e Nicolas; Erick e Marquinho; João Pedro, Matheus Anjos e Anderson Plata; Bergson. Técnico: Rafael Guanaes
Árbitro: Rodolpho Toski Marques
Local: Vila Capanema, domingo, 17 horas

DESTAQUES DOS EDITORES