Atendimento on-line

TJPR lança o Balcão Virtual nesta sexta-feira. Saiba com funciona

(Foto: Divulgação)

Nesta sexta-feira (30), o Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJPR) lança o Balcão Virtual, plataforma destinada ao atendimento, por videoconferência, de partes, advogados ou qualquer interessado nos processos físicos ou eletrônicos em tramitação nos Ofícios Distribuidores e Varas Judiciais do primeiro grau, nas Câmaras e Seções Cíveis e Criminais, no Órgão Especial e no Conselho da Magistratura.

O Balcão Virtual traz uma forma mais humanizada e ágil de prestação de informações e serviços à população, pois, como funciona por videoconferência, o usuário pode visualizar e interagir mais facilmente com o servidor que presta o atendimento.

A implantação da ferramenta, além de observar a Resolução nº 372/2021 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), visa aumentar a eficiência do serviço prestado pelo Tribunal e aproximar o Poder Judiciário da população, princípios norteadores da atual gestão.

Como funciona o Balcão Virtual no TJPR

Para acessar o Balcão Virtual, o usuário deverá ingressar na página principal do TJPR, clicar na opção “Balcão Virtual” e selecionar, na nova janela, a aba “Comarcas”. Em seguida, escolher a Comarca e vara desejadas e clicar em “Acessar o Balcão Virtual”. O usuário será redirecionado para a plataforma Teams, onde deverá ingressar em uma sala de espera virtual, para aguardar o atendimento. Quando chegar a sua vez, o jurisdicionado será encaminhado a uma sala de videoconferência. Não é obrigatório ter o aplicativo do Teams instalado para usar a ferramenta pelo computador. Caso o usuário deseje usar a plataforma por meio do celular, precisará instalar o aplicativo do Teams antes de acessar o Balcão Virtual.

A ferramenta funcionará durante todo o horário de atendimento ao público, das 12h às 18h, sem necessidade de agendamento prévio, funcionando de forma similar ao balcão de atendimento presencial.

O Balcão Virtual não substitui o sistema de peticionamento via Projudi, Sistema de Processos Digitais do TJPR, sendo vedado o seu uso para o protocolo de petições, assim como não é aplicável aos gabinetes dos magistrados.

Para atendimento de processos que tramitam em segredo de justiça, o advogado ou a parte deverá apresentar documento original com foto assim que ingressar na reunião, comprovando a sua habilitação para ter acesso aos autos, ficando desde já ciente que tais atendimentos poderão ser gravados