Publicidade
Após eliminação

Toninho pede demissão e Paraná procura novo técnico

Toninho Cecílio pediu demissão do Paraná Clube. O pedido foi aceito pela diretoria, que divulgou a saída do treinador no site oficial, na manhã de ontem. O preparador-físico Emerson Buck, que também deixou o clube, confirmou que o pedido de demissão partiu do treinador.

A diretoria espera anunciar o novo nome até 6 de maio. A Série B começa em 25 de maio. Até lá, o auxiliar-técnico Ednelson, no cargo desde 2011, comandará interinamente a equipe.
O contrato de Toninho terminaria em 19 de maio. Ele vinha reclamando publicamente da falta de interesse da diretoria na renovação. Na quarta-feira, o time foi eliminado da Copa do Brasil, na 1ª fase, ao perder para o São Bernardo em casa (3 a 2). Antes, já havia caído no Campeonato Paranaense.

Os dirigentes convocara uma entrevista coletiva para hoje, para falar sobre a equipe. O nome mais cotado para o cargo é de Dado Cavalcanti, do Mogi Mirim. Outros nomes foram cogitados na imprensa, como Nedo Xavier, Sandro Forner (J.Malucelli) e Barbieri. Eles disseram que não foram procurados. Já Marcelo Veiga confirmou a uma rádio que foi sondado. Cláudio Tencati, do Londrina, seria outra possibilidade.

O preparador-físico Emerson Buck contou por que Toninho pediu demissão. Terminamos o ano (2012) de forma positiva. Mas agora o planejamento acabou não tendo resultado. O Toninho pediu desligamento. Saímos juntos. A gente não estava mais conseguindo desenvolver o trabalho, declarou, para a rádio 98. Quero agradecer os atletas, que foram muito homens, muito profissionais, destacou.

Toninho assumiu o time em setembro de 2012, após Ricardinho pedir demissão. Não pediu reforços e usou os jogadores do treinador anterior para terminar a Série B na 10ª colocação. Com ele, foram seis vitórias, dois empates e cinco derrotas.

Em 2013, o treinador afirmou que não foi ouvido sobre reforços. Foi eliminado do Paranaense e da Copa do Brasil, mas deixou o clube invicto em clássicos – duas vitórias e três empates.

RAIO-X DE TONINHO CECÍLIO NO PARANÁ
Resultados    2º melhor aproveitamento de pontos desde 2007, com 53%
Ponto positivo   invicto em clássicos, com 2 vitórias e 3 empates
Ponto negativo    fraco fora de Curitiba no Paranaense: 1 vitória, 3 empates e 3 derrotas
Categorias de base   promoveu a estreia de 6 juniores em 2013
Pratas-da-casa   dos 31 jogadores usados em 2013 por Toninho, 16 foram revelados nas categorias de base
Disciplina   foi expulso 4 vezes no Paranaense
Relacionamento com jogadores   bom, segundo relatos de atletas
Relacionamento com diretoria  bom, segundo dirigentes
Relacionamento com gerência de futebol    piorou em 2013, ao não ser ouvido sobre contratações
Esquemas táticos usados em 2013   4-3-3, 4-4-2 e 3-5-2
Esquemas táticos usados em 2012  3-5-2, 3-6-1, 4-4-2 e 4-2-3-1
Melhor improvisação  João Antonio e Dudu como volantes
Pior improvisação  Lúcio Flávio como ponta-direita no último jogo
Convicção  Luís Carlos como titular, Marcos na reserva
Subutilizado  não soube aproveitar o armador Welington


Na Vila

Reforços
Dois jogadores que atuaram no Paraná podem voltar ao clube para a Série B. São eles o zagueiro Brinner, 25 anos, do Bahia, e o atacante Léo, 22, do Juventude. Léo foi o artilheiro do Paraná na temporada 2011, com oito gols em 21 jogos. Na época, estava emprestado pelo Inter. Outros possíveis reforços são o meia Edu Amparo (Arapongas) e o atacante Neílson (Londrina).


Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES