Publicidade

Torcedores da Lazio fazem homenagem a líder fascista Mussolini em Milão

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Um episódio mostrou bem como está o clima para o jogo de volta pela semifinal da Copa da Itália. Nesta quarta (24), um grupo de torcedores da Lazio, que enfrenta o Milan por um lugar na decisão, foi às ruas de Milão fazer uma homenagem ao líder fascista Benito Mussolini, morto em 1945.

"Honra a Benito Mussolini", dizia uma faixa estendida pelos torcedores da Lazio, que ainda gritaram palavras de ordem durante a manifestação, que aconteceu na Piazza Loreto, local onde o corpo do ditador foi exposto após a morte. O grupo foi identificado como "Irriducibili", um dos mais extremistas do país.

O ato acontece exatamente na véspera do "Dia da Libertação da Itália", quando o povo comemora o fim do regime fascista no país europeu.

No passado, fãs radicais da Lazio foram protagonistas de outros atos controversos, como terem adesivado o lado sul do principal palco de futebol da capital, que é ocupado pela arquirrival, Roma, com a imagem de Anne Frank vestindo a camisa do clube grená, como se se tratasse de uma ofensa.

Milan e Lazio se enfrentam nesta quarta (24) para definir quem avança para a final. Os times empataram o primeiro jogo em 0 a 0.

DESTAQUES DOS EDITORES