Copa Sul-Americana

Torcida do Athletico encara horas de viagem e fila para retirar ingresso antes de final histórica: 'Vamos levar o caneco'

(Foto: Franklin de FreitasF)
(Foto: Franklin de Freitas)

A torcida do Athletico Paranaense já marca presença em massa na manhã deste sábado (20 de novembro) em Montevidéu, no Uruguai, onde a partir das 17 horas o Furacão decide a final da Copa Sul-Americana contra o Red Bull Bragantino, no Estádio Centenário, que foi reformado para as finais das competições continentais (também será o palco da decisão da Libertadores, dia 27, entre Palmeiras e Flamengo). No Shopping Punta Carretas, por exemplo, há uma fila que os torcedores estão tendo de enfrentar por horas para conseguir retirar o ingresso da partida de hoje. Nada, porém, que afete o ânimo rubro-negro.

"Vim de ônibus, mais de 30 horas de viagem. Somos a torcida Os Fanáticos, estaremos em qualquer lugar que o Athletico jogar. E o sentimento hoje é que vamos levar o caneco, acabou", afirma Eduardo, que contou à reportagem do Bem Paraná que os torcedores estão levando cerca de duas horas e meia para conseguir sair com o ingresso em mãos.

Outro torcedor athleticano em Montevidéu é Andrey Korkievicz, que viajou de carro com amigos para o Uruguai - a ideia inicial do grupo era fazer a viagem de avião, mas acabaram desistindo da ideia por conta do preço da passagem. Agora, a expectativa é de ver o esforço recompensado com a conquista do bicampeonato da Sul-Americana.

"Tem que ser o bicampeonato agora, vai ser bom, vai tudo valer a pena. A torcida está empolgadíssima, duas finais este ano e bicampeonato nas duas finais", crava o torcedor rubro-negro, admitindo já estar nervoso para a partida de mais tarde. "Já estou nervoso, igual na outra final [contra o Junior Barranquilla, da Colômbia, que o Athletico venceu nos pênaltis]. Mas acho que hoje vai ser mais fácil, não vamos sofrer tanto", aposta.