Publicidade
Casa

Trenas: saiba como escolher o melhor modelo para você

Trenas: saiba como escolher o melhor modelo para você
(Foto: Divulgação)

Fita de medição, trena curta, longa, medidor a laser e roda de medição. Esses são alguns nomes muito falados no mercado de medição. Mas, você sabe a diferença entre eles e qual o mais adequado para a sua necessidade?

Para se medir alturas ou distâncias, é extremamente útil ter a ferramenta certa para serviços, pois é ela que vai agilizar e conferir maior precisão ao trabalho executado. Antes de escolher o melhor instrumento para seu serviço, no entanto, será preciso definir o que será medido. 

São diversos os tipos de medidores existentes no mercado e em casos muito específicos vale a pena investir um pouco mais para garantir a maneira correta de executar o serviço, evitando prejuízos e garantindo precisão dos resultados.

Fita de medição
As fitas de medição são comumente encontradas em armarinhos e lojas de material de construção e elétrico, onde são utilizadas com grande frequência. Nestes locais, elas costumam ser fixadas ao balcão para facilitar ao tirar medida de itens como tecidos e cabos, por exemplo. O ideal é que a fita possua números grandes para facilitar a leitura, além de conter uma cola de alta resistência na parte inferior, para fixação em bancadas, garantindo mais produtividade e agilidade no trabalho.

Trena curta e longa
As trenas curtas têm, em média, de 3 a 10 metros de comprimento e são mais conhecidas por serem utilizadas nos mais diversos locais, em casa, na indústria, ou na construção civil. Mas, atenção ao escolher sua trena! Para facilitar o uso, esta ferramenta deve ser leve, compacta e fácil de ser encontrada no local de trabalho.  

Alguns detalhes também podem fazer toda a diferença na hora da utilização, como a fita, que quando mais rígida, traz mais facilidade na hora de medir, pois permite ao usuário que realize o trabalho isoladamente, sem a necessidade de um ajudante. Essa é uma característica da Trena Legacy Series de 5 metros da marca Lufkin, que apresenta fita extralarga com acabamento em nylon. Outra característica interessante é o design, que proporciona uma série de atributos diferenciados, como o acabamento cromado e o perfil antideslizante. 

Já as trenas longas apresentam medidas entre 15 metros e 100 metros. Normalmente são utilizadas para medição de grandes distâncias como terrenos, áreas externas de construções, entre outros locais.

Trena a laser
Neste caso, a inovação tecnológica surgiu como um diferencial aos profissionais. Os medidores a laser se tornaram cada vez mais procurados por engenheiros civis, arquitetos, construtores, projetistas, marceneiros e designers de interiores, além do público cada vez mais crescente de “do it yourself” (faça você mesmo, em português).

A medição é feita por um raio laser e sua grande vantagem é a velocidade do resultado e a praticidade. Além disso, a trena a laser armazena medições em sua memória, evitando retrabalhos desnecessários. 

Roda de medição
As rodas de medição podem ser usadas para medição de espaços grandes, onde mesmo as trenas consideradas longas não são tão eficazes. Entre outras aplicações, usa-se muito para trabalhos de pavimentação, loteamento e em medição de rodovias. Seu uso é muito simples. Conforme você gira a roda, o marcador começa a exibir a distância do percurso. 

Além de conferir maior precisão à medida quando comparada às medições realizadas com equipamentos de localização por satélite, esse tipo de ferramenta é uma alternativa mais econômica do que os instrumentos topográficos.

“No entanto, por se tratar de uma ferramenta com um custo um pouco mais elevado que as trenas comuns e ainda ter de ser transportada para vários locais, características como durabilidade, precisão e praticidade são essenciais para a escolha certa pelo usuário”, destaca Priscila Cunha, gerente de Marketing de Produto da Lufkin.
 

Publicidade

DESTAQUES DOS EDITORES