Justiça Eleitoral

Tribunal Regional Eleitoral do Paraná elege nova cúpula diretiva para o biênio 2022/2023

Os desembargadores Wellington Emanuel Coimbra de Moura e Fernando Wolff Bodziak
Os desembargadores Wellington Emanuel Coimbra de Moura e Fernando Wolff Bodziak (Foto: Divulgação)

Nesta quinta-feira (25), a Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), presidida pelo desembargador Tito Campos de Paula, elegeu a nova cúpula diretiva da Justiça Eleitoral paranaense. O desembargador Wellington Emanuel Coimbra de Moura será o próximo presidente e o desembargador Fernando Wolff Bodziak assumirá a vice-presidência e corregedoria para o biênio 2022/2023.

Os dois desembargadores foram eleitos pelo Pleno do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) no último dia 12 de novembro. A nova cúpula diretiva tomará posse no dia 1º de fevereiro de 2022 para um mandato de dois anos e conduzirá o processo eleitoral do próximo ano.

Des. Wellington Emanuel Coimbra de Moura

Nasceu em Porecatu (PR) no dia 14 de janeiro de 1962. Bacharel em Direito pela Universidade Estadual de Londrina. Na década de 1990, foi aprovado em concurso público para o cargo de juiz substituto, judicou inicialmente na comarca de Cornélio Procópio e, posteriormente, como Juiz de Direito, nas comarcas de Marilândia do Sul, Pato Branco, Cascavel e Londrina. Por fim, atuou em Curitiba como Juiz de Direito substituto em 2º Grau.

Foi diretor de Planejamento Estratégico da Amapar, lecionou Técnica Estrutural de Sentença Criminal na Escola da Magistratura do Paraná, e Processo Penal, na Universidade do Norte do Paraná. É especialista em Direito Penal e Processo Penal pela Universidade Estadual de Londrina. Também foi vice-presidente da AMAPAR entre os anos de 2014 a 2018.

Tomou posse como desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná no dia 10 de julho de 2014. Eleito em novembro de 2018, exerceu o cargo de 1º vice-presidente no biênio 2019/2020.

Des. Fernando Wolff Bodziak

Fernando Wolff Bodziak nasceu no dia 12 de outubro de 1963, em Curitiba (PR). Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Paraná, turma 1986.

Aprovado em concurso público, ingressou na carreira da magistratura como juiz substituto, sendo nomeado em 8 de janeiro de 1989 para a comarca de Jacarezinho. Promovido a juiz de direito, a partir de 12 de setembro de 1989, judicou nas comarcas de Cândido de Abreu, Imbituva, Umuarama, Guarapuava, Ponta Grossa e Curitiba.

Atua como membro da Comissão Estadual Judiciária de Adoção (CEJA/PR) desde 1996, tendo sido designado como seu vice-presidente no período de 2007 a 2010.

Em 28 de setembro de 2004 foi nomeado juiz do Tribunal de Alçada e, no dia 31 de dezembro de 2004, foi promovido a desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná.

Membro da Associação de Magistrados do Paraná, da Associação de Magistrados e Promotores de Justiça, da Infância, Juventude e Família do Paraná e da Association Internationale des Magistrats de La Jeunesse et de La Famile, sediada em Paris, e professor convidado da Escola da Magistratura do Paraná.

Exerceu perante a Associação de Assistência Médica Hospitalar dos Magistrados no Estado do Paraná – JUDICEMED/AMAPAR, os cargos de diretor administrativo e financeiro e de vice-presidente, nos biênios 2008/2009 e 2010/2011, respectivamente. Faz parte do atual conselho fiscal da JUDICEMED.

Assumiu a 2ª vice-presidência do TJPR no ano de 2014, em virtude da aposentadoria da desembargadora Dulce Maria Sant'Eufêmia Cecconi, completando a gestão.

Eleito, assumiu a 2ª vice-presidência do Tribunal de Justiça do Paraná no dia 02 de fevereiro de 2015 para o biênio 2015/2016.

É Presidente do CONSIJ/PR, pela segunda oportunidade, desde abril de 2019. Exerce a Presidência do Observatório Interinstitucional de Direitos Humanos (ODH/PR) desde abril de 2021.